Com alta demanda, Capital receberá mais duas novas unidades do conselho tutelar

Conselheira Tutelar Cassandra Szuberski durante entrevista no programa Capital Meio Dia. (Foto: Paulo Francis)
Conselheira Tutelar Cassandra Szuberski durante entrevista no programa Capital Meio Dia. (Foto: Paulo Francis)

Com três unidades em funcionamento distribuídas na região sul, norte e central, a Prefeitura de Campo Grande pretende criar mais duas unidades do Conselho Tutelar na Capital. A Conselheira Tutelar Cassandra Szuberski, explicou na tarde de hoje (25), ao Página Brazil e durante o programa Capital Meio Dia, da Rádio Capital FM 95,9, que Campo Grande tem aproximadamente 800 mil habitantes e pela legislação federal a cidade deveria ter aproximadamente 8 conselhos tutelares, mas infelizmente não esta sendo cumprida essa necessidade.

Cassandra conta que a criação do quarto conselho tutelar já foi acordada com a prefeitura e deverá atender a região sul devido a sua grande extensão e o quinto conselho tutelar tem a previsão de ser instalado na região da Vila Nasser.

“Os três conselhos tutelares trabalham sobrecarregados e isso é fato, o que muitas vezes nos impede de prestar um atendimento de melhor qualidade. Nós precisamos de pelo menos 20 a 30 min para poder conversar tranquilamente com uma família e muitas vezes não temos como cumprir essa meta quando se tem 30, 40 ou 50 pessoas para serem atendidas em um único local, porem com a criação das outras duas unidades os trabalhos poderão serem melhores divididos e consequentemente haverá um serviço de maior qualidade”, reitera.

A previsão é de que o quarto conselho fique pronto ainda neste primeiro semestre de 2016 e sendo que o quinto há uma expectativa de que até 2017 já esteja em funcionamento.

Um outro assunto abordado por Cassandra foi que recentemente 15 conselheiros foram empossados, tendo em vista que em 2015 foi feito o primeiro processo eleitoral unificado dos conselhos tutelares. Esse processo é importante porque é o único no mundo, não existe em nenhum outro pais um processo desse tipo focado no atendimento da criança e adolescente.

“A lei diz que em cada município deve ter um conselho tutelar composto por 5 conselheiros, em 2015 aconteceu o primeiro processo unificado com mais de 5 mil municípios elegendo no minimo 5 conselheiros, em Campo Grande foram 15 sendo que aproximadamente 10 são os reeleitos e o restante são os novatos, que nos chamamos de conselheiros de primeiro mandato. E como foi dito a demanda da Capital é muito grande e 15 conselheiros é pouco, por isso aguardamos a criação desses novos conselhos para que assim possamos chegar ao numero de 25 conselheiros”, finaliza.

 Paulo Francis

Comentários

comentários