Com 32 mortes no Estado, acidentes de trabalho mobilizam ações do Abril Verde

Da Redação

Os acidentes de trabalho, que resultaram em 32 mortes no Estado em 2018, serão tema da campanha Abril Verde, aberta amanhã pelo TRT/MS (Tribunal Regional do Trabalho). Durante todo o mês, serão realizadas palestras, visitas técnicas e fiscalização para alertar empregados e empregadores sobre a importância de cuidar da saúde e da segurança do ambiente de trabalho.

Tribunal Regional do Trabalho iluminado com luz verde alusiva a mês de campanha.

Os números mostram redução de 15,7% de mortes no comparativo entre 2018 e 2017, no entanto, seguem preocupantes. No ano passado, 32 pessoas morreram enquanto estavam trabalhando. Em 2017, foram 38 óbitos. Quando o recorte é sobre o numero total de acidentes de trabalho, o resultado é de 8.331 casos em 2018. Em 2017, foram 8.091 ocorrências.

As profissões com maior número de notificações de acidente de trabalho são alimentador de linha de produção, coletor de lixo domiciliar, técnico de enfermagem, trabalhador rural e motorista de caminhão.

Conforme dados do TRT, Campo Grande é responsável por 41% do total de acidentes no Estado (3.405 casos). Dourados aparece em segundo lugar com 794 notificações. O município apresentou um aumento de 18%, provocado por acidentes ocorridos no setor frigorífico. Três Lagoas é o terceiro no ranking de acidentes de trabalho, com 580 casos, o que representa queda de 15% se comparado a 2017.

Além do Dia da Saúde ser comemorado em 7 de abril, o dia 28 de abril é marcado pelo Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. A data foi escolhida devido a acidente que matou 78 trabalhadores de mina no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, em 1969.

Aterro e saúde mental – Amanhã, dia primeiro de abril, será ministrada palestra sobre segurança e saúde do trabalho para funcionários terceirizados de diversos órgãos públicos, na sede do TRT/MS, no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

Na quarta-feira (3), o grupo de trabalho interinstitucional vai se reunir para discutir as ações a serem implementadas. No dia 8 de abril, professores da rede pública de ensino participarão da palestra “Educação é lugar de saúde, não de doença”, com o psicólogo Rossandro Klinjey, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

Comentários