Colheita do milho começa em MS com estimativas de perdas devido ao clima

O milho 2ª safra começou a ser colhido em Mato Grosso do Sul há cerca de uma semana e, hoje (8), cerca de 2% do total plantado já foi retirado do campo. Segundo dados do Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio), ferramenta desenvolvida pela Aprosoja (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), a expectativa é que, no final deste mês, a colheita alcance 12% da área.

Produção de milho em MS (Foto: Divulgação)
Produção de milho em MS (Foto: Divulgação)

Com queda acentuada na estimativa para a 2ª safra 2015/2016, a produção em Mato Grosso do Sul dificilmente passará de 7,0 milhões de toneladas, segundo o analista de grãos Leonardo Carlotto, do Sistema Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul). A produtividade média também apresenta queda, passando de 72 sacas por hectare (sc/ha) para 68 sc/ha.

Queda

“Se considerarmos nossas projeções iniciais, que era de uma produção de 9,5 milhões de toneladas de milho, houve queda de cerca de 30%. O atraso na semeadura da maior parte do grão plantado no Estado e a realidade climática foram determinantes para essa queda”, explica o especialista. Caso esse cenário não se altere podem ocorrer ainda mais perdas.

Aproximadamente 40% da cultura foi plantada fora do período ideal em Mato Grosso do Sul, o que significa que quase metade da produção em desenvolvimento no Estado corre riscos devido às chances de geadas nesta época do ano. Consequentemente, a produtividade dessas áreas também são ameaçadas. Ao todo, uma área de 1,740 milhão de hectares foi efetivamente plantada em MS.

Comentários

comentários