Coleta de lixo pode parar novamente na Capital

A coleta de lixo em Campo Grande poderá sofrer nova paralisação. Os funcionários da Solurb ainda não receberam as cestas básicas do mês e os tickets alimentação. Dos 1,1 mil trabalhadores da empresa, têm direito aos benefícios cerca de 600 recolhedores e os 90 motoristas. O prazo dado à concessionária termina amanhã às 15 horas.
“Se eles não concederem os benefícios, todos os 90 motoristas cruzarão os braços, ou seja, a coleta de lixo na cidade estará novamente paralisada em Campo Grande”, informa o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio e Conservação (STEAC) Wilson Gomes da Costa.

Trabalhadores pedem a cesta básica o ticket dos motoristas
Trabalhadores pedem a cesta básica o ticket dos motoristas

O sindicalista disse que esses benefícios constam no acordo coletivo assinado entre a categoria e a CG Solurb, e pelo que ficou acertado a cesta básica deve ser entregue todo dia 15 e o ticket alimentação no dia 20. No mês passado houve atraso na liberação do ticket e a coleta ficou suspensa durante um dia inteiro.

Pelo acordo coletivo, todos os 1.080 trabalhadores tem direito a cesta básica (que custa em torno de R$ 120). Já o ticket alimentação, no valor de R$ 412,00, é concedido apenas para os 90 motoristas, mas a partir do dia 1º de outubro todos terão direito, só que o valor será menor, de R$ 373,00.

Wilson disse que a categoria também está preocupada com o próximo mês, visto que no dia 1º deve ser feito o pagamento do ticket, no valor de R$ 373 para todos os 1080 funcionários, o que totaliza pouco mais de R$ 400 mil. “Se ainda não pagaram nem os valores menores, como eles vão garantir os pagamentos do próximo mês? Não tem como ficar nessa situação de insegurança, tento que entrar com liminar na Justiça para conseguir pagamento até da cesta básica”, reforçou.

Comentários

comentários