Cinco são presos por exploração ilegal de madeira em área protegida

Da Redação

Motocicleta foi apreendida (Foto: Divulgação)

Depois de receberem denúncias de que assentados estariam retirando madeira da reserva legal no Assentamento Santa Mônica, em Terenos, Policiais Militares Ambientais de Campo Grande realizaram fiscalização ambiental ontem (16), confirmaram as denúncias e prenderam cinco homens.

Ao chegar às proximidades da área protegida, a equipe ouviu barulho de motosserra. Durante a caminhada até o local do barulho, havia várias árvores caídas, além de pilhas de pranchas de madeira em meio à mata. Logo à frente, os Policiais prenderam dois infratores, que estavam com a motosserra explorando a madeira, junto com outro elemento que empreendeu fuga pela mata levando a motosserra.

Enquanto um policial manteve vigilância nos dois presos, outros policiais prenderam mais dois infratores, que estavam em uma motocicleta utilizada para arrastar a madeira para fora da reserva. Além disso, foi apreendido um adolescente, de 17 anos, que estava em um cavalo arrastando 6 pranchas de dentro da mata.

Toda a madeira, o veículo e o cavalo utilizados no crime foram apreendidos. Os infratores, de 21, residente em Dois Irmãos do Buriti, de 43, 37, 39, além do adolescente, residentes no assentamento, receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Terenos, onde foram autuados em flagrante na manhã de hoje (17), e saíram depois de pagar fiança.

Eles responderão pelo crime e o adolescente pelo ato infracional ambiental, com pena prevista de um a um a três anos de detenção. Os infratores também foram autuados administrativamente e foram multados em um total de R$ 16 mil.

Comentários