Cientista japonês ganha Nobel de medicina por pesquisa sobre reciclagem de células

nobel

O Nobel de Medicina e Fisiologia de 2016 foi para o cientista japonês Yoshinori Ohsumi, por suas descobertas importantes sobre os mecanismos de autofagia, processo pelo qual as células ‘digerem partes de si mesmas. Os achados de Ohsumi abriram as portas para a compreensão do papel da autofagia em doenças neurodegenerativas, câncer, diabetes tipo 2, entre outras. O prêmio foi anunciado na manhã desta segunda (2).

Em organismos desnutridos, a autofagia é uma estratégia de sobrevivência, permitindo que a célula redistribua os nutrientes para as atividades mais essenciais. Ela também permite destruir organelas celulares já desgastadas ou envelhecidas, fazendo uma espécie de controle de qualidade. As organelas são estruturas que ficam dentro das células e executam funções importantes para a manutenção da vida.

Em entrevista para o The New York Times Oshumi conta da surpresa de ganhar o prêmio, “Fiquei surpreso. Estava em meu laboratório. Agora temos ainda mais perguntas do que quando comecei”, disse Ohsumi ao saber que tinha sido laureado com o Nobel.

Histórico

nobel-2
Foto: The New York Times

O cientista, nascido em 1945 em Fukuoka, no Japão, é atualmente professor do Instituto de Tecnologia de Tóquio. Ele é o 23º cientista nascido no Japão a ser laureado com o Nobel e o 6º a receber o Nobel de Medicina.

“As descobertas de Ohsumi levaram a um novo paradigma em nosso entendimento de como a célula recicla seu conteúdo”, disse a Assembleia do Nobel do Instituto Karolinska ao The New York Times, em um comunicado ao anunciar o ganhador do prêmio de 8 milhões de coroas suecas (equivalente a R$ 3.028.000,00).

Nobel de Medicina
O Nobel de Medicina é oferecido desde 1901 e já reconheceu o trabalho de mais de 200 pessoas. Não há premiações póstumas.O pesquisador mais novo a receber esse Nobel foi Frederick G. Banting, que tinha 32 anos em 1923, pela descoberta da insulina.

Por nove vezes, o prêmio – que ganhou esse nome em homenagem ao inventor da dinamite, Alfred Nobel – não foi anunciado: em 1915, 1916, 1917, 1918, 1921, 1925, 1940, 1941 e 1942.

Física, Química e Paz
Medicina é sempre a primeira área valorizada com o Nobel a cada ano. Nesta terça-feira (4), será anunciado o de Física, na quarta (5) o de Química, e na sexta (7) o da Paz. O de Economia será anunciado na segunda-feira da próxima semana (10).

Os vencedores são geralmente informados pelo júri no dia do anúncio oficial e não há uma lista de concorrentes disponível previamente, o que torna a divulgação sempre uma surpresa.

Comentários

comentários