Ciclista sofre parada cardíaca e morre após corrida na França

Estadão Conteúdo/JP

Atleta caiu a poucos metros da linha de chegada (LC/Tim De Waele/Corbis/Getty Images)

O ciclista belga Michael Goolaerts morreu neste domingo, vítima de uma parada cardíaca sofrida durante a prova Paris-Roubaix, na França. O atleta de 23 anos começou a sentir dores no peito ao longo do percurso e foi levado a um hospital em Lille, no norte da França, onde não resistiu ao ataque cardíaco e morreu.

“É com tristeza inimaginável que comunicamos o falecimento de nosso ciclista e amigo Michael Goolaerts”, lamentou em nota a equipe de ciclismo Veranda Willems-Crelan, que também comunicou que Goolaerts morreu na presença de seus familiares e confirmou que o motivo da morte foi uma parada cardiorrespiratória, para a qual “toda a assistência médica foi em vão”.

O jovem ciclista foi levado de helicóptero para o hospital de Lille depois de cair subitamente da bicicleta a cerca de 150 km da linha de chegada. Não há nenhuma imagem do momento em que o ciclista cai, porém a TV da corrida mostrou o pelotão passando ao lado do atleta belga inconsciente, caído no acostamento da estrada e socorrido posteriormente pelos médicos, que tentaram fazer, sem sucesso, a reanimação cardiopulmonar.

O episódio envolvendo Michael Goolaerts acontece dois anos depois das mortes dos também belgas Dan Myngheer e Antoine Demoitie, também vítimas de ataque cardíaco. O resultado mais significativo de Goolaerts nesta temporada foi a 20.ª colocação na corrida Kuurne-Bruxelas-Kuurne. Peter Sagan venceu a Paris-Roubaix, logo à frente de Silvan Dillier, da Suíça.

Comentários

comentários