Chuva força adiamento do jogo entre Brasil e Argentina para sexta-feira

As fortes chuvas que atingiram a cidade de Buenos Aires nesta quinta-feira forçaram o adiamento do clássico entre Argentina e Brasil. A arbitragem verificou o gramado do estádio Monumental de Núñez e comunicou às delegações de ambos os países que não seria prudente expor os atletas aos riscos oferecidos pelas condições climáticas adversas. Um acordo entre os representantes argentinos e brasileiros definiu que a partida será realizada nesta sexta-feira, às 22 horas (de Brasília), no próprio Monumental de Núñez.

O gramado do estádio Monumental de Núñez foi castigado (Foto: Gazeta Esportiva )
O gramado do estádio Monumental de Núñez foi castigado (Foto: Gazeta Esportiva )

As regras da Conmebol estipulam que a partida adiada deve ser realizada até 24 horas após o horário programado para o confronto. A Argentina propôs que o duelo ocorresse às 21 horas de sexta, mas a Seleção foi irredutível ao exigir que o jogo fosse marcado para as 22 horas.

Além das poças d’água que se espalharam pelo campo, as ruas que dão acesso ao estádio ficaram alagadas e não permitiram a chegada da torcida ao local. Havia a preocupação de que relâmpagos e uma eventual chuva de granizo colocassem em risco a integridade dos presentes. Os poucos torcedores que conseguiram entrar no Monumental de Núñez foram informados do adiamento da partida e deixaram o local.

“As condições vão piorar. Não tem sentido o público chegar para depois voltar”, afirmou o coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, ao SporTV. Após a confirmação do adiamento, as comissões técnicas de Brasil e Argentina optaram por dar prosseguimento aos trabalhos de aquecimento nos vestiários. Os jogadores farão a preparação física normalmente antes de retornarem aos seus respectivos hotéis.

É improvável que o adiamento do clássico venha a alterar a data marcada para o próximo compromisso do Brasil nas Eliminatórias à Copa do Mundo de 2018. A Seleção enfrentará o Peru, às 22 horas (de Brasília) de terça-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Inicialmente, o embarque para a capital baiana estava previsto para a tarde de sexta-feira. Segundo Rinaldi, a comissão técnica traçará um novo planejamento para adequar a preparação dos jogadores aos novos encargos da equipe.

 

Comentários

comentários