Chuva atinge filial do Detran e já alaga ruas e casas em bairros na região Sul que tem maior volume de água

Lúcio Borges

A chuva, ao menos quando em intensidade forte, já coloca Campo Grande em estado de alerta, para os estragos em alagamentos. A cidade tem ainda a sorte de não produzir tragédias como em outros grandes centros urbanos do Brasil, mas ultimamente, é só chover um pouco mais forte ou em um tempo maior, que já se pode saber que teremos notícias de casas e pessoas em certo perigo físico e com certeza em prejuízos material. Assim, já esta sendo a quarta-feira (20), após a razoável chuva que ainda atinge a Capital, tendo inciado em quase toda cidade por volta das 11h30. As águas cairão em algumas regiões com mais ou menos força, mas já causa transtornos em vários bairros, principalmente na região Sul e parte da Sudoeste, saída para Sidrolândia.

O bairro Aero Rancho já está com estragos, ele que fica na região sul da Capital, que tem maior volume de chuva e já conta com diversos bairros com muitas ruas e casas alagadas As águas pluvial e a falta de infraestrutura já invadiram casas e até repartições publicas, como a Agência Fácil Guaicurus do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito), que fica no bairro Universitário. Há registro também de queda de árvore no Aero Racho e alagamentos na Avenida Gunter Hans (veja abaixo).

A população tem o recurso de registrar e enviar a imprensa as imagens das ruas onde a forte enxurrada causa alamentos nas ruas e dificulta trânsito de veículos e pedestres. Entre os bairros que registram alagamentos estão o Parque do Lajeado, Jardim Campo Alto, Aero Rancho, Parati, Centenário, Jardim Auxiliadora, Alves Pereira e Jardim Marajoara todos na região sul, bem como na região Oeste, estão em situação o Coophavilla II e Guanandi II.

No bairro Aero Rancho, uma rua virou um rio e invadiu algumas casas com os terrenos mais baixo, como mostra o mecânico Douglas Alexandre, de 21 anos. Ele menciona que a chuva encheu a rua de água e que a casa de sua sogra e vizinha já está alagada. “Na minha casa, que é um pouco mais alta, a água chegou no quintal, mas na casa da minha sogra entrou água mesmo, conseguimos impedir que estragasse os móveis porque estamos aqui retirando tudo com o rodo”, conta.

Órgão publico

Imagem enviada via Whatsapp

O alagamento também pegou a Agência Fácil Guaicurus do Detran-MS, em decorrência da forte chuva e do estado e condição do prédio público. Assim, o expediente foi suspenso. “O governador quer aumentar a carga horária, mas não dá condições de trabalho”, diz indignado um servidor que prefere não se identificar, reclamando das condições de trabalho

Bairro em baixo dágua

O Página Brazil recebeu imagens do Jardim Marajoara, na saída para São Paulo, região Sul, que está ou tem muitas ruas, até a principal, que viraram rios no inicio da tarde de hoje. Na Rua do Patrocínio, a água tomou conta de 6 quadras, cerca de 800 metros se transformaram em rio, em plena área urbana de Campo Grande.

O mesmo ocorreu na Avenida dos Cafezais, um dos principais acessos à região de toda grande Los Angeles, Paulo Coelho Machado e outros. Segundo moradores, hoje a situação “até que está tranquila”, porque as casas não foram inundadas. Motociclistas que passam por esses locais, precisam empurrar o veículo para conseguir vencer a enxurrada.

Avenida Gunter Hans

A chuva intensa na região e sobre a Avenida Gunter Hans, na saída para Sidrolândia, ficou completamente alagada. A via ficou sem passagem e no local, motoristas usaram a contramão para fugir da enxurrada, que chegou a arrastar carros, como foi dito em alguns relatos.

Comentários