Causadores da Alegria: Grupo atende mais de 200 pedidos de cartas de Natal

Momento da entrega dos presentes às crianças do bairro Morada Verde (Foto: Divulgação)

O grupo de caridade Causadores da Alegria, criado há quatro anos, carrega em seu currículo milhares de sorrisos e histórias de felicidade, vivenciados ao longo de sua existência. Os moradores de rua, as crianças e o asilo, são as principais testemunhas desse ato de solidariedade. Os voluntários do grupo contemplam inúmeras pessoas, não somente em datas especiais, mas também, em quase todos os meses do ano.

A alegria do João Otávio, de 7 anos, ao receber um saquinho de doces (Foto: Tatiane Lavor)

No último domingo (18) os 50 voluntários que compõe o Causadores da Alegria, realizaram a 44ª ação, presenteando mais de 400 crianças do bairro Morada Verde, região Norte de Campo Grande. Deste número, mais de 200 presentes foram comprados para atender pedidos de ‘cartinhas’, feito por crianças carentes. Entre bonecas, carrinhos, bicicletas, patinetes e skates, um garotinho emocionou a equipe de voluntários ao escrever que queria um kit escolar e uma cesta básica para a mãe.

Além de brinquedos — que foram levados em um caminhão e entregues por Papais Noeis — a ação foi regada de muitos doces, alimentos, bebidas e diversão. O grupo conseguiu atender todas as ‘cartinhas’ e ainda sorteou 15 cestas básicas à famílias carentes.

Fernando Eufigênio, criador do grupo Causadores da Alegria (Foto: Tatiane Lavor)

O criador do projeto, Fernando Eufigênio — Papai Noel da ação — é professor de química, trabalha em cinco escolas, e não vê motivos para apontar a falta de tempo como obstáculo para exercer a caridade. “Eu saí da minha zona de conforto. Vejo tantas pessoas que não têm nada. O sorriso que eu vejo, a alegria que presencio, é o que me motiva a ajudar as pessoas”, conta.

O professor relata que por dois anos e meio levou a ação sozinho. Agora, ele conta com o apoio de cinco amigos, que coordenam o grupo com ele. “São meu braço direito”.

Doações

De acordo com o idealizador do Causadores da Alegria, as doações são frutos de pedidos a amigos dos voluntários, que sempre acreditam nas ações, e nunca os abandonam. “Nunca pedi dinheiro, só peço presentes”, conta Fernando.

A venda de chaveiros personalizados contribui com o projeto (Foto: Tatiane Lavor)

Apesar de não pedir dinheiro, o 44º dia de alegria recebeu uma ajuda de R$ 800,00, que foi usado para a compra das cestas básicas.

Além dos produtos doados, o professor vende chaveiros, pães de queijo, chipa e pizza. Todo o valor arrecadado com as vendas, é investido mensalmente em prol das ações.

Caridade sem fronteiras

Ação realizada com idosos do Asilo Sirpha (Foto: Divulgação)

“Já ajudamos uma família inteira. Levamos eles ao shopping, almoçaram, fizeram compras e ainda ganharam uma reforma na casa onde moram. Mudamos suas vidas, isso é gratificante”, conta Fernando, ao lembrar da realização que considera uma das mais emocionantes.

Páscoa, dia das crianças, Natal, trabalhos em asilos e ações com moradores de rua, enriquecem o currículo dos Causadores da Alegria. O grupo faz a diferença na vida de pessoas que têm suas realidades desacreditadas por muitos, mas que não perdem a vontade de viver, pois acreditam na bondade do ser humano, especialmente de grupos como esse.

Contribuição

Eufigênio acredita que a divulgação de trabalhos como esse, é fundamental para disseminar a caridade, em um mundo onde há tantas coisas ruins.

Para quem deseja contribuir com doações, é só acessar o Facebook do grupo, conhecer o projeto através de fotos e contatar o Causadores da Alegria pelo telefone (67) 9 8163-7842.

Comentários