Casal que mantinha “disque-entrega” de drogas é preso na Capital

Fabrícia e Wagner foram presos em flagrante e responderão pelo crime de trafico de drogas. (Foto: Ivan Silva)

A Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) prendeu na sexta-feira(9), um casal que comercializava cocaína em baladas e também entregavam a droga diversas regiões da Capital. Conforme apontou a investigação da policia, Wagner Junior dos Santos Bento (29), e Fabrícia Garcia Lima (28), possuíam uma espécie de “disque entrega”, no qual comercializavam cada porção do entorpecente no valor de R$50.

O Delegado João Paulo Sartóri explicou durante entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (12), que por meio de uma denuncia anônima a Denar realizou no último dia 29 de novembro uma ação que resultou na prisão de Daniel Junior Teixeira da Silva (32), mais conhecido como DJ Dan Junior, Gleison Viana dos Anjos (37), e Fabrícia. Na ocasião foi apreendido uma pistola importada Smith Wesson 9 mm e 300 gramas de cocaína que a mulher escondia no berço do seu filho de 10 meses.

Os três foram presos em flagrante, entretanto por estar amamentando o juiz concedeu a Fabrícia o direito de responder o crime em liberdade. Após a batida Fabrícia e Wagner se mudaram para uma casa no bairro Taquarussu, local em que a Denar também recebeu denuncia de venda de drogas.

A polícia montou campana na casa durante toda a madrugada de quinta para sexta, e durante a manhã, quando um veículo C4 saia da residência foi tentado à abordagem, momento em que o mesmo empreendeu fuga. Houve a necessidade de disparo de arma de fogo nos pneus do veículo para intercepta-lo, mas mesmo assim o carro percorreu mais 100 metros com o pneu furado até que o casal foi rendido.

Foram encontrados com o casal 99 papelotes de cocaína pronto para o comércio. Já a pistola importada Smith Wesson 9 mm foi aprendia na ação do dia 29. (Foto: Ivan Silva)

Com a dupla foi encontrada cerca de 99 porções de cocaína pronta para o comércio. Na delegacia o casal não quis comentar o caso, Wagner apenas disse que a mulher não tinha nada a ver com o crime.

Denúncias – A Denar pede para que qualquer pessoa que suspeita ou saiba de pontos de venda de drogas, que denuncie. As denuncias podem ser feitas através do telefone (67) 99995-6105. Importante ressaltar que o sigilo da identidade do denunciante estará garantido.

Comentários