“Caravana Siga Bem”, com diversas atividades sociais na Capital até sexta-feira

Gustavo Curti, Coordenador de Responsabilidade Social do projeto "Caravana Siga Bem".
Gustavo Curti, Coordenador de Responsabilidade Social do projeto “Caravana Siga Bem”.

O projeto Caravana Siga Bem está em sua 9ª edição neste ano de 2015, e a cada ano que passa tem se consolidado como o maior projeto itinerante de responsabilidade social da America Latina. Em Campo Grande a ação acontece hoje(05) e amanha(06), no Posto Caravagio, localizado na Rodovia BR-11,5 s/n, no Anel Rodoviário e na quinta(08) e sexta-feira(09), no posto Kátia Locatélli, que fica na Rodovia BR-163, KM 460,5, sempre das 12 às 22h.

O coordenador de responsabilidade social do projeto, Gustavo Curti, destaca que a caravana está sempre aberta para atender toda a população em geral e comunidade que está ao entorno dos postos, com serviços como corte de cabelo, massagem, exame rápido de glicemia, HIV, orientações de DSTS(Doenças Sexualmente Transmissíveis), projetos sociais que se apresentam no palco da caravana, espetáculos teatrais, shows musicais, ciclo de palestras que tratam da lei Maria da Penha e combate a exploração sexual de crianças e adolescentes, direção defensiva, entre outras atividades. “Todas as atividades de responsabilidade social, cultural de entretenimento existem para dialogar com o caminhoneiro. Então nestes dias as atividades são gratuitas com o publico alvo sendo o caminhoneiro, mas é aberta a comunidade também”, afirma.

Além de todas as atividades, Gustavo ressalta que também a uma competição para definir o “Caminhoneiro do Ano”2015, que irá sortear um caminhão Mercedes Benz Actros 2546 0 KM. Para participar do concurso, qualquer caminhoneiro que tenha carteira categoria C, D ou E, e 5 anos de experiencia pode estar passando hoje ou amanhã nos postos, fazer o cadastro e responder a 10 perguntas no menor tempo possível.

Ao final da caravana, 20 caminhoneiros do Brasil inteiro serão selecionados para a final que ocorre em fevereiro de 2016, em São Paulo, com direito a um acompanhante e todas as despesas pagas.

 Paulo Francis

Comentários

comentários