Caravana da Saúde encerra em Ponta Porã com mais de 48 mil procedimentos

A Caravana da Saúde encerrou neste domingo (17) os seus atendimentos no município de Ponta Porã ultrapassando 48 mil procedimentos desde o dia 29 de abril. Ao todo foram mais de 2,5 mil cirurgias realizadas com especialidades em oftalmologia e cirurgia geral e cerca de 9 mil consultas efetuadas.

O governador visitou Ponta Porã no encerramento da Caravana da Saúde Foto: Chico Ribeiro
O governador visitou Ponta Porã no encerramento da Caravana da Saúde Foto: Chico Ribeiro

O encerramento contou com a participação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que visitou o complexo de atendimentos da Caravana da Saúde instalado no pátio do Centro de Convenções de Ponta Porã e também o Hospital Regional de Ponta Porã, onde foram realizadas mais de 130 cirurgias com especialidades em Ginecologia, Ortopedia e Cirurgia Geral.

“Estamos fazendo a nossa parte para a saúde de Mato Grosso do Sul. Precisamos fazer um governo de responsabilidade que atenda as necessidades da população. A Caravana da Saúde vem para levar os atendimentos à população que até então eram de difícil acesso”, disse o governador.

Moradores dos oito municípios da microrregião de Ponta Porã compareceram na Caravana onde passaram por consultas e exames com especialidades em ortopedia, cardiologia, neurologia, psiquiatria, reumatologia, ultrassonografia, além dos atendimentos em oftalmologia e cirurgias.

Para a moradora de Aral Moreira, Elenice Rodrigues, 57 anos, após ser diagnosticada com catarata há mais de 5 anos, o tratamento para a doença foi ficando cada vez mais distante após vários exames realizados em outras cidades. “Eu percebi que não enxergava direito à noite, piorando cada vez mais. O meu primeiro exame foi em Dourados e chegaram a me dizer que a solução seria um transplante. Depois em Cuiabá, o diagnostico foi de catarata, mas o custo do tratamento seria alto. Quando me informei sobre a Caravana, resolvi fazer a consulta e em seguida fiz a primeira cirurgia. Foi muito rápido e já estou com a cirurgia do segundo olho agendada.”, comemorou Elenice.

Morador em Ponta Porã, Marcio Mareco Alonso, 33 anos, acompanhado de sua esposa Miriam Cristiane de Matos, 33 anos, destacaram o acesso rápido a exames de ortopedia disponibilizados pela Caravana da Saúde. “Estava há 2 meses aguardando vaga para um exame em meu tornozelo. Era muito tempo de espera, sem contar os 5 cinco anos para fazer um tomografia que detectou o problema. Hoje consegui este exame por meio da Caravana”, disse Marcio. “Com certeza a longa espera é um transtorno para quem depende do SUS. Acredito que a Caravana veio para diminuir esta demanda”, acrescentou Miriam Cristiane.

A Caravana da Saúde mantém os atendimentos no município de Ponta Porã até a terça-feira (19), quando serão finalizadas as cirurgias oftalmológicas. A próxima parada da Caravana será no município de Três Lagoas, prevista para a primeira quinzena de junho.

Comentários

comentários