Capital 95 dispara na liderança de audiência em Campo Grande

A Capital 95 FM segue impressionando o mercado. Foi observada mais um crescimento na média de ouvintes em Campo Grande, sendo uma das melhores marcas já obtidas pelo FM nos últimos anos.

O ranking de audiência, pelo quinto ano consecutivo calculado mês a mês, mostra a FM Capital como a mais ouvida na cidade. A afirmação é baseada na última atualização do Instituto Ranking, tendo como filtro geral (ouviu três mil pessoas de 1º a 8 de abril).

A FM Capital manteve estável os seus números da pesquisa anterior. A emissora ultrapassou a 24,20% na preferência dos ouvintes, fato que já a posiciona com boa distância da segunda colocada (17,13%)

A Rádo Globo Campo Grande (95,3), que entrou há 16 meses no ar, já “tomou” o 5º lugar e tem 15,03% da preferência dos ouvintes. Ótimo resultado, considerando um universo com 17 emissoras na capital do Estado.

Carlos Zinti Longo de Faria (Cacá), diretor Geral do Grupo Capital de Comunicação, que engloba além da Capital e Globo as emissoras Capital de Sidrolândia, Rádio Laguna de Jardim e Capital de Miranda , comemorou os resultados e disse que os números refletem o trabalho desenvolvido pela equipe, destacando o ponto forte que “é o jornalismo, que também registrou crescimento, com a liderança do “TRIBUNA LIVRE” que aparace com 50,20% de audiência e o “CAPITAL MEIO-DIA” alcançando a vice-liderança, com 25,70% de ouvintes no horário”, calculou.

A sequência

O avanço do jornalismo na Capital 95 foi acompanhado na “faixa local”, ou seja, depois das 8 horas até meio-dia e também no recorte a partir das 13h00. Nesse caso a emissora ficou estável na liderança

Jornalismo da Rádio Capital em destaque

A credibilidade da integrante do Grupo Capital de Comunicação se mantém firme desde o seu nascimento e esta realidade é confirmada em cada microfone erguido na rua, no estúdio ou nos corredores da empresa de comunicação. “Se fomos calcular as pessoas que escolheram o jornalismo como produto principal no rádio, contamos com 75.90% de todos os ouvintes em Campo Grande”, computou Cacá.

Para confirmar essa relação de companheirismo com o ouvinte, nada melhor do que escutar o depoimento de alguns atores que fazem valer o dia a dia e dão a resposta que os públicos campo-grandense, sul-mato-grossense, brasileiro e, atualmente, mundial precisam para se manter bem informados acerca dos acontecimentos de quaisquer áreas. A FM Capital está aqui, está lá, da política ao esporte, do interior da Câmara de Vereadores e Assembleia Legislativa.

Cacá, comenta sobre a importância da emissora em sua vida, considerada, por ele, como a “grande e única escola”, aprendendo com os companheiros de trabalho a renovar o jornalismo diariamente.

“Foi nesta empresa onde pude desenvolver o ofício de minha vida, é grande minha obrigação e meu compromisso para com toda essa equipe de profissionais e o público-alvo: os nossos ouvintes, comentou.

E, por falar em desafios, a diretora Financeira do Grupo, Soraia Dibo de Faria, menciona que a Capital FM já enfrentou dois: a migração de emissoras do AM para FM, com uma vasta programação musical, e a própria internet, reunindo – em um só espaço – textos, áudios, fotos e vídeos. Mesmo assim, conseguiu se reinventar, firmando-se sempre na liderança em cada pesquisa, mantendo a fidelidade e a confiança. “Temos a recomendação de avançar sempre; recuar nunca”, expôs Soraia, citando as 5 Rádios que compõem o Grupo.

Comentários