Candidato tucano ao Palácio do Planalto ganha adesão do DEM

G1/JN

Decisão ainda será levada à convenção nacional da legenda no próximo dia 2 de agosto.

Executiva Nacional do DEM aprovou nesta quarta-feira (25), por unanimidade, o apoio da legenda à pré-candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) ao Palácio do Planalto.

A decisão ainda será levada à convenção nacional da sigla, que está marcada para o próximo dia 2 de agosto.

O presidente nacional do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto (Foto: G1)

A decisão foi tomada durante reunião na sede do partido, em Brasília. Após o encontro, o presidente da sigla, ACM Neto, deu detalhes sobre o apoio à candidatura de Alckmin.

Ele informou que o chamado “Centrão”, formado por PP, PR, PRB e Solidariedade, além do DEM, também deverá formalizar o apoio ao candidato tucano nesta quinta (26).

“Uma aprovação por unanimidade do apoio à candidatura de Geraldo Alckmin a presidente da República. Ainda hoje [quarta] nós vamos dialogar com os demais partidos do centro democrático [o ‘Centrão’] e, amanhã [quinta], estaremos formalizando, tornando público esse apoio de cinco partidos que, entendo, serão decisivos para a caminhada de Geraldo Alckmin rumo à Presidência da República”, disse ACM Neto.

Na avaliação de ACM Neto, a convenção nacional da legenda vai ratificar a decisão da cúpula do partido. “Nós teremos, na convenção, com certeza, uma aprovação unânime e, portanto, a decisão do Democratas está tomada. Nosso apoio será dado à candidatura de Geraldo Alckmin”, declarou.

Definição do candidato a vice

Questionado sobre a possibilidade de a definição do candidato a vice-presidente na chapa de Alckmin acontecer ainda nesta quarta, o prefeito de Salvador (BA) disse acreditar que “dificilmente” isso ocorrerá.

“Nós vamos avançar nas conversas hoje à noite. Mas amanhã o anúncio [do apoio do ‘Centrão’] será feito muito provavelmente sem a indicação de quem será o candidato a vice-presidente”, disse ACM Neto.

Ele também foi indagado sobre até quando o grupo de partidos vai aguardar uma resposta do empresário Josué Gomes (PR). Para ACM Neto, a resposta do filho do ex-vice-presidente José Alencar acontecerá até a noite desta quarta.

“O que nos permite, já no encontro que vamos ter na noite desta quarta, a começar a discutir os cenários, caso a decisão do Josué seja de não participar da eleição neste ano”, afirmou.

Segundo a colunista do G1 Andréia Sadi, Josué Gomes já avisou a Alckmin que não será candidato a vice. Aliados de Alckmin, porém, ainda tentam convencer o empresário a mudar de ideia.

ACM Neto disse ainda que “não vale a pena ficar fulanizando” sobre quem deve ser o candidato a vice-presidente na chapa do tucano. “Queremos o melhor nome, o melhor perfil, que possa agregar mais à eleição”, afirmou. “Não haverá divisão entre nós”, acrescentou.

 

Comentários