Candidato goiano se atrasa para o Enem e culpa mototaxista: ‘Errou o caminho’

Um candidato que faria o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na Universidade Paulista (Unip), em Goiânia, não conseguiu entrar para o segundo dia de prova, neste domingo (4). As portas se fecharam às 13h (de Goiás) e o operador de telemarketing Diógenes Oliveira Fernandes Lira (27), afirma que chegou 40 segundos depois. Segundo o estudante o mototaxista pegou o caminho errado e por isso não conseguiu chegar a tempo.

enem2
Reprodução – G1

“Foi o motoboy que acabou errando o caminho. Por causa de 40 segundos eu não consegui chegar. Depois do ano todo estudando, agora é aguardar o próximo Enem para ver o que a gente consegue. Não vou desistir, tenho que seguir em frente”, afirmou.

Após fazerem as provas de ciências da natureza e humanas, os estudantes responderão nesta segunda etapa questões de matemática, linguagens e códigos, que englobam português e língua estrangeira (inglês ou espanhol), além da redação.

Para a realização das provas o candidato deverá usar somente caneta com tinta esferográfica preta e feita com material transparente. Além disso, nenhum candidato poderá entrar na sala sem apresentar um documento de identificação original com foto. Para levar o caderno de questões, o aluno só pode sair nos últimos 30 minutos de prova.

 

Comentários