Campo-grandense é preso por pesca predatória

A Polícia Militar Ambiental (PMA) prendeu ontem (23/9), na BR-262, em Anastácio, um campo-grandense de 37 anos, que não teve o nome divulgado, e que estava com 17kg de peixes dentro de uma caixa térmica. A prisão ocorreu porque o pescado não correspondia às medidas exigidas por lei.

De acordo com o boletim de ocorrência, a pesca predatória foi no Rio Aquidauana, e o infrator estava conduzindo um Volkswagen Gol com reboque.

Havia dois exemplares de pescado da espécie pintado com 78 centímetros, quando a medida permitida de captura é 85cm, um pacu com 40cm, sendo que o permitido para a pesca é 45 cm.

O pescado, o veículo, um motor de popa, um tanque de combustível, três molinetes e uma carretilha foram apreendidos.

Segundo informações da PMA, o homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Anastácio, onde foi autuado em flagrante por crime ambiental de transporte de produto da pesca predatória, mas pagou fiança e foi liberado.

A pena para o crime é de um a três anos de prisão. O infrator também foi multado em R$ 1.040.

Já o pescado será doado para instituições filantrópicas depois de periciado.

Comentários