Campeã Mundial em 94, Janeth vai integrar Hall da Fama do basquete

Gazeta Esportiva.com

Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Pres

Um dos grandes nomes do basquete brasileiro será eternizado na história do esporte mundial em 2019. Janeth Arcain, que foi destaque na Seleção Brasileira, em clubes brasileiro e na liga profissional americana, vai ganhar um lugar no Hall da Fama da Federação Internacional de Basquete (FIBA). A federação anunciou nesta terça-feira o nome da brasileira e mais dez indicados a integrar a famosa lista da Classe 2019.

Começando a carreira em São Paulo, a jogadora também defendeu times carioca e americano. Pela Seleção, Janeth participou dos anos dourados, ao lado de Hortência e Magic Paula, conquistando o Mundial de 94, a prata olímpica em Atlanta, o ouro no Pan de Havana, entre outros títulos. Aos 49 anos, ela trabalha com o basquete inserindo o esporte na vida de jovens, através do instituto que leva seu nome.

Janeth usou as redes sociais para agradecer a indicação e já adiantou quando será a cerimônia de nomeação.”Estou lisonjeada com essa honraria, esse reconhecimento é uma certeza de que os 24 anos dedicados ao Basquetebol valeram a pena! A sensação de fazer parte desse seleto grupo é indescritível! A cerimônia acontecerá durante a Copa do Mundo de Basquete que será realizada em agosto, na China”, escreveu a ex-jogadora.

Além da brasileira, Margo Dydek (Polônia – póstumo), Atanas Golomeev (Bulgária), Alonzo Mourning (Estados Unidos), Fabricio Oberto (Argentina), Jose “Piculin” Ortiz (Porto Rico), Mohsen Medhat Warda (Egito) e Jiri Zidek (República Tcheca). Já entre os técnicos: Natalia Hejkova (Eslováquia), Bogdan Tanjevic (Montenegro) e Mou Zuoyun (China – póstumo) vão fazer parte da Classe 2019 do Hall da Fama.

Comentários