Caminhonete invade pista contrária, bate em moto e motociclista morre carbonizado

Uma colisão frontal entre uma motocicleta e uma caminhonete provocou a morte de Leandro Pinheiro, 28 anos, no início da noite deste sábado (15), por volta das 18h10 , na rodovia BR-262, altura do quilômetro 285, em Campo Grande.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o corpo da vítima ficou carbonizado. Equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Perícia e da própria PRF foram deslocadas para o local.

O empresário Nílson Fantussi, 55 anos, condutor da caminhonete envolvida no acidente, foi preso em flagrante por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Conforme o delegado Hoffman D’Ávila, que atendeu a ocorrência, o condutor seguia na caminhonete ao sentido Ribas do Rio Pardo junto com uma mulher e duas crianças, quando invadiu a pista contrária e colidiu com a motocicleta Honda Twister. Com o impacto, a vítima teve a perna decepada e a moto explodiu. Os ocupantes da caminhonete saíram ilesos.

Nílson confessou que havia consumido duas cervejas. Contudo, o resultado do bafômetro foi menos de 0,34 miligramas de álcool por litro de sangue, o que configurou apenas infração administrativa. O exame foi realizado 1 hora depois que ocorreu o acidente.

O delegado explica que a autuação foi feita por dolo eventual. “Ele assumiu o risco de matar ao dirigir após ter consumido bebida alcoólica. Houve negligência”. Nílson foi preso em flagrante e amanhã vai passar por audiência de custódia. O juiz é quem vai decidir se mantém o motorista preso pelo crime.

Comentários