Câmara Municipal aprova projeto que cria o Programa Animal Comunitário

Da Redação

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande aprovaram, na sessão ordinária desta quinta-feira (27), o Projeto de Lei Complementar 701/20, que altera o Código de Polícia Administrativa, o Código Sanitário Municipal e cria o programa Animal Comunitário.

De autoria do Executivo Municipal, a proposta visa ampliar as políticas de redução da procriação descontrolada e da proliferação de parasitas e patologias.

Antes, pelo Código de Polícia Administrativa, era proibido manter animais nas vias públicas, exceto os domésticos e de pequeno porte, quando conduzidos por seus donos. Com a mudança, os animais do Programa Animal Comunitário também podem ser mantidos nas ruas, desde que bem cuidados pela comunidade local.

O projeto regulamenta que o animal comunitário é aquele que estabelece laço de afeto e dependência com a comunidade em que vive, ainda que não possua responsável único, e poderá ser mantido no local em que se encontra sob a responsabilidade de um tutor.

Além de cuidar, esse tutor, devidamente cadastrado pela Prefeitura, poderá colocar casinhas nas vias públicas, escolas, órgãos públicos ou empresas para abrigar o animal.

A Prefeitura também poderá incentivar cursos e campanhas de conscientização ao público sobre o projeto, estratégias para a melhoria do bem-estar animal, e parcerias com entidades de proteção animal para a execução da lei.

Videoconferência – As sessões são realizadas de forma remota por conta da pandemia do coronavírus, sendo transmitidas ao vivo pelo Facebook da Casa de Leis  https://www.facebook.com/camaracgms/ e no Youtube https://www.youtube.com/camaramunicipalcg.