Câmara de Vereadores cassa mandato do prefeito de Cassilândia

Carlos Augusto teve mandato cassado (Foto: Divulgação )
Carlos Augusto teve mandato cassado (Foto: Divulgação )

O prefeito afastado de Cassilândia, Carlos Augusto da Silva (DEM) teve o mandato cassado pela Câmara Municipal na noite desta sexta-feira (23) por suposta improbidade administrativa. O prefeito em exercício Marcelino Pelarin deverá ser empossado ainda nesta noite.

De acordo com o site Cassilândia Notícias, votaram a favor da cassação 10 vereadores e dois votaram contra. Para a cassação do mandado eram necessários oito votos a favor.

O julgamento tratava de um denúncia feita pelo vereador Wadhy Moisés, que tinha por base processos que tramitam na Justiça estadual, sendo um sobre possível fraude na aquisição de carne para a Rede Municipal de Ensino e outro sobre um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) de aterro sanitário.

A advogada que representa o prefeito cassado, Kamilla Nunes, fez um requerimento pedindo cópias de todos os documentos da sessão para interpor possível recurso contra a decisão.

Em inquérito instaurado pelo MPE (Ministério Público Estadual), Carlos Augusto foi apontado como suspeito de envolvimento em fraudes com merenda escolar. Ele havia sido afastado do cargo por suspeita de improbidade administrativa.

Comentários

comentários