Calendário esportivo da Capital será lançado em fevereiro

Da Redação

Divulgação

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Fundação Municipal de Esportes (Funesp), fará o lançamento do calendário Esportivo 2020 no Parque Ayrton Senna, dia 07 de fevereiro, às 9h30. No mesmo dia será feita a entrega da Pista Internacional de Atletismo que tem 8 raias com piso emborrachado, que levará o nome do Professor Ervê Demétrio Calhão Silva, publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (20).

O Calendário traz alguns destaques como a reinauguração do Guanandizão e o Memorial do Guanandizão com acervos históricos, jogos e eventos esportivos nacionais, além de obras de infraestrutura nos Parques da Capital, capacitação com formação dos professores, novas academias e projetos continuados que já acontecem 70 locais, com mais de 2 milhões de atendimentos.

Nas competições, o calendário apresenta jogos a partir de março com a 2ª Copa Campo Grande de Futebol Amador, Jogos dos Povos Indígenas, 19º Jogos Municipais dos Idosos, Corrida do Facho, 14º Jogos do Servidor Público Municipal, 4º Jogos Radicais Urbanos, 35º Jogos Escolares de campo grande e 3º Jogos Escolares Paralímpicos, 2º Jogos Universitários Inter Atléticas.

Além de eventos esportivos e de lazer, 2020 também será o ano das entregas de obras importantes para os campo-grandenses como a revitalização dos parques Sóter, Ayrton Senna, Jacques da Luz e esses dois últimos com a reativação dos parques aquáticos, além do Ginásio Guanandizão. No segundo semestre serão iniciadas as obras na Praça Elias Gadia e no Centro Olímpico da Vila Nasser, além de outros espaços que estão previstos no pacote de infraestrutura esportiva, que soma mais de 30 mil reais, melhorando as sete regiões de nossa cidade.

Homenagem

O Professor Ervê Demétrio Calhao Silva nasceu em Cuiabá, em 1956. Começou como atleta, ainda criança e foi campeão no lançamento de Dardo, nos Estados por onde passou. Foi técnico da Mace, posteriormente indo para a Prefeitura Municipal trabalhar com projetos sociais. Referência no atletismo, trabalhou em vários municípios do Estado, realizando cursos e competições, motivando jovens a participarem da modalidade, até 2006, era um dos poucos brasileiros pós-graduado especificamente em atletismo. Foi um dos fundadores da Federação de Atletismo de Mato Grosso do Sul, onde iniciou seu mandato como presidente, de 1987 até 2008. Seu maior sonho era que o nosso Estado tivesse uma pista oficial de atletismo.

Comentários