Caixa sofre tentativa de ciberataque em sistema com dados de cidadãos

VEJA/JP

A Caixa Econômica Federal sofreu uma tentativa de ataque por hackers na quarta-feira 14 durante a noite. A ação buscava informações cadastrais de cidadãos e obrigou o banco a derrubar seu sistema.

O ataque ocorreu no sistema corporativo da Caixa, que contém dados de trabalhadores e beneficiários de programas sociais, como o Bolsa Família, e foi direcionado ao banco de dados do Número de Identificação Social (NIS).

De acordo com informações do site do próprio banco, devem ser cadastrados no NIS trabalhadores da iniciativa privada, beneficiários de programas sociais (o cadastro é feito pelo gestor do programa) e beneficiários de políticas públicas (o cadastro é feito pelos ministérios).

A Caixa confirmou o ataque a VEJA e informou “que foram tomadas as medidas necessárias para impedir a concretização de possíveis fraudes e garantir a segurança dos dados dos cidadãos.”

O banco informou ainda que não foi identificada tentativa de acesso indevido aos sistemas que armazenam as informações do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que será disponibilizado para saques de até 500 reais por conta a partir de setembro.

Em nota, o banco comunicou que “utiliza as melhores práticas e ferramentas especializadas em segurança cibernética e atua constantemente na prevenção de eventuais ocorrências de fraudes, realizando monitoramento das operações e dos acessos aos sistemas que custodiam as informações dos seus clientes e dos cidadãos brasileiros que utilizam seus serviços”, acrescentou.

Comentários