Cadeirantes ocupam vagas para chamar atenção de motoristas

Em comemoração ao Dia Internacional do Deficiente Físico e também como parte das atividades da Semana Nacional do Trânsito, uma ação foi realizada na manhã desta quarta-feira (21), no centro de Dourados.

Cadeirantes ocupam vagas para chamar atenção de motoristas
Cadeirantes ocupam vagas para chamar atenção de motoristas

Aproximadamente 20 vagas, na avenida Marcelino Pires, no centro, foram ocupadas por cadeiras de rodas, por uma hora. A ação é como forma de conscientização da população em respeitar os direitos dos deficientes físicos no trânsito. As informações são da diretora de trânsito da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) Fabiane Amorim.

“Os direitos deles devem ser respeitados e a resolução 304 do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) consta que 2% dos estacionamentos devem ser destinados a pessoas com deficiências físicas. Hoje aproveitamos a data e também as ações da Semana do Trânsito e estamos com eles, entregando panfletos de orientação a população”, contou Fabiane.

No local teve a presente a Guarda Municipal e a Agetran que auxiliaram na organização do transito. Cones foram colocados no prolongamento da avenida sinalizando os condutores.

Entre os que participaram da ação está Jair Pieris de 48 anos, que é cadeirante desde os 9 anos de idade, e contou que a ação deve ser realizada sempre, já que muitas pessoas esquecem e acabam estacionando nas vagas destinadas a eles.

“Deveria ser feita sempre (ação), ela é a melhor forma de chamar a atenção das pessoas em respeitar as vagas destinadas aos cadeirantes e ainda conscientizar sobre outros direitos que temos”, disse.

Ele lembrou ainda que frequentemente encontra vagas destinadas a deficientes físicos na cidade, ocupada por veículo de pessoas sem deficiência e já chegou até a cobrar o direito.

“Algumas vezes já presencie vaga ocupada por pessoas que não são cadeirantes, é triste, pois eles não sabem como é difícil a locomoção para nós. Em um caso cheguei a argumentar com uma pessoa por usar algo que é direito nosso”, complementou.

Na ocasião foram entregues panfletos com o ‘Multa Moral’, as pessoas que encontrar vagas ocupadas por veículos de pessoas sem a necessidade física que as utilize, entregue para o condutor e a penalidade de um ‘puxão de orelha’ com bom humor para lembra-lo de não o fazer mais. (Com Informações Dourados News)

Comentários

comentários