Brasileiros têm cerca de meio trilhão de dólares declarados em investimentos no exterior

G1

Os brasileiros possuíam US$ 498,843 bilhões declarados no exterior no final do ano passado, segundo dados do Censo de Capitais Brasileiros no Exterior (CBE) divulgados nesta semana pelo Banco Central. As estatísticas englobam investimentos de pessoas físicas e também de empresas.

O valor representa aproximadamente 25% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, calculado, também no fim do ano passado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em R$ 6,559 trilhão – ou US$ 1,981 trilhão (considerando o dólar do fechamento de 2017, de R$ 3,31).

De acordo com Fernando Rocha, chefe do departamento de estatísticas do Banco Central, o valor que os brasileiros têm em investimentos no exterior é menor que o de países desenvolvidos. No entanto, o volume tem crescido, o que, segundo ele, é “esperado e desejado”.

“Em relação aos países mais desenvolvidos, esse percentual [de 25% do PIB], para eles, é maior. O nosso tem crescido. Começa em US$ 200 bilhões [em 2007] e agora chega a US$ 500 bilhões [no ano passado]. Isso superou em muito o crescimento do PIB em dólar”, disse ele.

Os valores de investimentos de brasileiros no exterior mais que dobraram nos últimos 10 anos. Em 2008, eram de US$ 209,488 bilhões, de acordo com os números do Banco Central.

O banco explicou ainda que os ativos externos são usados para calcular a Posição Internacional de Investimentos (PII) do Brasil. O PII é um instrumento estatístico que analisa a composição das contas externas brasileiras. As informações são úteis para a formulação e execução da política econômica.

Comentários