Brasileiro pode virar companheiro de Neymar no PSG

Gazeta Esportiva.com

Coutinho pode virar parceiro de Neymar no Paris Saint-Germain (Foto: AFP)
Depois de uma grande novela envolvendo a transferência de Philippe Coutinho para o Barcelona, que acabou não acontecendo, o brasileiro entrou na mira de outro protagonista na última janela de transferências. Nesta terça-feira, o canal Teléfootconfirmou que a diretoria do Paris Saint-Germain teve uma reunião com os agentes do jogador e está de vez na briga para contratar o parceiro de Neymar na Seleção Brasileira. O bom relacionamento entre os dois jogadores é tratado como um dos trunfos do clube francês para vencer o duelo particular com o time catalão.

Segundo o canal de televisão francês, houve uma reunião envolvendo as duas partes, no último dia 23 de outubro, em Londres, mesma data e local da premiação dos melhores jogadores eleitos pela Fifa. O encontro colocou frente a frente o diretor esportivo do PSG, Antero Henrique, e o agente de Coutinho, Kia Joorabchian. Entre as pautas discutidas esteve a contratação do brasileiro para próxima temporada europeia, que se inicia em agosto de 2018.

Philippe Coutinho deve ser o responsável por mais uma briga entre Barcelona e Paris Saint-Germain nos bastidores. A relação entre os clubes ficou bem abalada depois da transferência de Neymar para a equipe de Paris e outro brasileiro deve colocar os dois times nos mesmos noticiários. Depois de diversas propostas pelo jogador na última janela, o time da Catalunha acabou por desistir diante das imposições feitas pelo Liverpool, mas nos últimos dias as notícias vindas da Espanha deram conta de que as investidas devem ser retomadas na próxima temporada.

A relação entre Neymar e Philippe Coutinho também é utilizada pela diretoria parisiense na tentativa de convencer o atleta que atua no futebol inglês. Além do camisa 10, com quem joga junto desde as categorias de base, o PSG conta com uma legião de compatriotas. Thiago Silva, Marquinhos, Daniel Alves e até mesmo Lucas, que vice situação indelicada no clube, podem funcionar como mentores na negociação.

Comentários

comentários