Brasileiro foi executado por pistoleiros com tiros na cabeça e no peito

O comerciante brasileiro Paulo Dionizio Ribeiro de 55 anos, foi executado a tiros nesta sexta-feira (19) em Pedro Juan Cabellero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã, região sul de Mato Grosso do Sul.

Local onde comerciante brasileiro foi executado por pistoleiros, nesta tarde (Foto: Candido Figueredo/ABC Color)

O crime ocorreu em frente a casa do comerciante. Os policiais paraguaios investigam o assassinato.

Amigos do brasileiro afirmam que ele sofria ameaças, já que recentemente contratou seguranças particulares. Ribeiro era dono de um campo de futebol e da cafeteria e restaurante Miel & Canelas, localizada na área central da cidade.

De acordo com policiais paraguaios, Paulinho, como era conhecido na cidade, tinha acabado de chegar em casa em uma caminhonete Mazda com placa do Paraguai quando recebeu uma ligação no celular e saiu para a frente da casa. Na calçada, ele foi alvejado pelos pistoleiros e morreu na hora.

Essa é a terceira execução de brasileiros na região da fronteira nesta semana. No dia 17, um jovem de 20 anos foi morto na casa dele com 30 tiros de fuzil. Ele cumpria pena por roubo e estava em regime semiaberto.

No mesmo dia, um piloto de avião brasileiro, de 58 anos, também foi assassinado em Pedro Juan Caballero. A execução foi registrada por uma câmera de segurança. A caminhonete branca que ele dirigia foi cercada por um carro em um cruzamento, nesse momento, ocorreram os disparos. O piloto chegou a ser atendido no hospital, porém, não resistiu aos ferimentos.

Comentários