Brasil termina etapa do Mundial em sétimo na prova de cinco arcos

Gaeta esportiva.com

Seleção tem nomes jovens (Foto: Reprodução/Facebook)

O Brasil participou, neste fim de semana, da Copa do Mundo de Guadalajara de ginástica rítmica, na Espanha e terminou alcançando a final e ficando em sétimo lugar na prova de cinco arcos. Foram 15.550 pontos somados na apresentação, que contou com as maiores potências da modalidade do mundo.

Classificadas ainda na sexta-feira (4), o time brasileiro conseguiu uma boa nota para avançar à final, 17,300. O país ficou à frente de países tradicionais, como Espanha, França e Ucrânia. O grupo conta com novas atletas e fez uma boa apresentação no domingo (6) visando a sequência de competição agendada para esta e a próxima semana na Europa.

Penalizado por um erro de coreografia, o time poderia ter subido no ranking. “Estamos tristes com o erro grave que aconteceu hoje, porém, saímos de cabeça erguida com o sétimo lugar e já pensando na próxima competição”, avaliou a treinadora do conjunto, Camila Ferezin, pensando na disputa da etapa de Portimão, em Portugal, na próxima semana.

“Representamos nosso país dignamente e gostei muito desta frase que meu pai acabou de me enviar: ‘se não houvessem erros não haveriam campeões’. É exatamente isso. Foi ótimo termos chegado a esta final logo na estréia porque vimos que estamos na briga e temos condições de estar entre os melhores”, acrescentou a técnica.

Comentários