Brasil terá apenas uma dupla na etapa de Sydney do Circuito Mundial

Gazeta Esportiva.com

A dupla Thiago e George começa nesta quarta-feira (6) a disputa da etapa três estrelas de Sydney, na Austrália. Eles são os únicos representantes brasileiros no torneio, que foi realizado em Sydney em 2017 e retorna ao calendário em 2019. A etapa rende pontos para o ranking da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), mas não conta pontos para a corrida olímpica brasileira, que computa apenas eventos acima de quatro estrelas.

Thiago e George são os únicos brasileiros da etapa (Foto: Divulgação/FIVB)

Thiago e George estão no grupo F e estreiam contra os lituanos Rumsevicius e Kazdailis às 20h30 (de Brasília). Também estão na chave dos brasileiros os italianos Andrea Abbiati/Tiziano Andreatta, e os tailandeses Surin Jongklang/Padsawud. Os primeiros de cada grupo vão direto às oitavas de final, enquanto segundos e terceiros disputam a repescagem, e o evento segue no formato de eliminatória simples até a decisão.

Thiago e George já disputaram nove etapas de Circuito Mundial juntos, ficando com a medalha de prata na etapa três estrelas de Haiyang, na China, no ano passado. Outra dupla que também estava inscrita na etapa de Sydney, Márcio Gaudie e Harley (RJ/DF) acabaram eliminados no classificatório, ao serem superados pelos franceses Krou/Rowlandson por 2 sets a 0 (21/19, 21/16), ficando de fora do torneio.

As duplas campeãs da etapa de Sydney recebem um prêmio de cerca de R$ 38 mil, além de 600 pontos no ranking geral da Federação Internacional de Voleibol.

O Brasil soma sete medalhas em torneios internacionais disputados em Sydney. Além das medalhas olímpicas de prata de Ricardo/Zé Marco (BA/PB) e Adriana Behar/Shelda, e do bronze de Adriana Samuel/Sandra Pires (RJ) em 2000, o país conquistou também duas pratas em etapas do Circuito Mundial, com Guilherme Marques/André Lima, e dois bronzes, com Franco/Roberto Lopes, ambas em 1991 e 1992.

Na etapa de abertura do Circuito Mundial em 2019, o Brasil ficou com o ouro de Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE). Após Sydney, a etapa seguinte será o torneio quatro estrelas de Doha, no Qatar, que já conta pontos para a corrida olímpica brasileira. A competição contará apenas com o naipe masculino.

A primeira etapa da corrida olímpica brasileira no feminino ocorre em Xiamen, na China, de 24 a 28 de abril. O Brasil é o atual campeão do Circuito Mundial no naipe feminino, com Ágatha e Duda (PR/SE).

Comentários