Brasil sofre, mas vence o Paraguai em estreia no Sul-Americano sub-17

Gazeta Esportiva.com

Como o Uruguai venceu a Argentina por 3 a 0 um pouco mais cedo, é o time celeste quem assumiu a liderança do Grupo B da competição. O Brasil aparece logo atrás, na segunda colocação, enquanto o Paraguai e Argentina aparecem na lanterna. A Colômbia, por sua vez, ainda não entrou em ação.

O Brasil volta a entrar em campo pelo Sul-Americano no próximo domingo, quando enfrenta o Uruguai. Já a Argentina encara a Colômbia, enquanto a seleção paraguaia descansa.

Reinier marcou dois dos três gols da Seleção Brasileira nesta sexta-feira (Foto: Divulgação)

O jogo – A Seleção Brasileira mostrou que vem para brigar forte pelo tricampeonato do Sul-Americano sub-17. Logo aos dois minutos de jogo o time verde e amarelo saiu na frente com Reinier. O camisa 10 e capitão do Brasil experimentou de fora da área e, embora não tenha batido muito no canto, acabou contando com a falha do goleiro rival, atrapalhado pelo efeito da bola, e viu a bola estufar as redes.

O Paraguai, por sua vez, respondeu aos 20 minutos. Diego Duarte aproveitou a falha da defesa brasileira, ficou com a bola livre, dentro da área, e soltou a bomba, forçando Gabriel a fazer importante defesa para manter o Brasil em vantagem. Pouco depois, aos 23, o goleiro brasileiro voltou a aparecer de forma fundamental. Em chute bem colocado de Rodrigo López após limpar a marcação, o camisa 1 teve de se esticar todo para espalmar o venenoso arremate do rival.

Mais consistente, o Brasil seguiu comandando as ações ofensivas, apesar dos sustos causados pelo Paraguai, e foi premiado com o segundo gol aos 37 minutos. Reinier, de novo ele, desta vez aproveitou o passe açucarado de Juan e chegou batendo de primeira, sem chances para o goleiro González.

(Foto: CBF/Divulgação)

Em desvantagem, o Paraguai voltou para o segundo tempo mais agressivo, e a disposição dos jogadores alvirrubros acabou surtindo efeito logo aos sete minutos, quando López aproveitou a rebatida da zaga para ficar coma  bola dentro da área, levar para o meio e soltar uma bomba no ângulo de Gabriel, que nada pôde fazer.

Os paraguaios se animaram com o desconto se seguiram pressionando a Seleção Brasileira. Desta forma, não demorou muito para que o time verde e amarelo sofresse o empate. Aos 16 minutos, Nogueira bateu pênalti após ser derrubado na área e não desperdiçou, deslocando o goleiro e deixando tudo igual em Lima.

Antes do apito final, entretanto, o Brasil se reencontrou em campo e graças a Peglow acabou garantindo a vitória. O camisa 9 da Seleção Brasileira recebeu na entrada da área, livre, e precisou apenas pegar em cheio na bola para vencer o goleiro González e fechar os trabalhos na capital peruana.

Comentários