Brasil passa sufoco após abrir 2 a 0, mas supera França no Mundial

Gazeta Esportiva.com

Depois de estrear com vitória no Mundial de Vôlei, o Brasil encarou a França em uma partidaça nesta quinta-feira e , venceu em emocionantes 3 sets a 2, em Ruse, na Bulgária. Em busca do tetracampeonato, a Seleção fez jogo parelho com os franceses, com parciais de 25/20. 25/20, 21/25, 23/25 e 15/12. Após abrir dois sets, o Brasil viu Ngapeth comandar a reação francesa, que ameaçou a vitória do time de Renan dal Zotto, mas parou no bloqueio brasileiro.  O próximo desafio da Seleção será no sábado, contra a Holanda

Lipe foi decisivo tanto atacando como no bloqueio (Foto: Divulgação/FIVB)

O Brasil saiu na frente no marcador, mas manteve a liderança por pouco tempo, deixando a França virar ainda antes da metade do set. Os brasileiros empataram e o jogo ficou muito parelho, com a pontuação alternando de lado até que uma boa sequência de ataques da Seleção permitiu um desgarre no placar. Administrando a vantagem, o Brasil teve tranquilidade para não ser ameaçado e abrir 1 a 0.

O segundo set foi de extremo equilíbrio até a metade. A partir de 14 a 14, o Brasil passou a ser mais dominante nos ataques, achando espaços na quadra adversária para derrubar a bola. A França sofria com erros e bloqueios efetivos dos brasileiros, mas não se entregava, perseguindo o placar de perto. Foi depois dos 20 pontos que o Brasil dificultou a vida do adversário e acabou mais um set com cinco pontos de frente.

O terceiro set mudou a cara do jogo com a França conseguindo liderar o placar. O Brasil errando muito deu margem para os europeus forçassem a mão e abrissem uma vantagem. Apesar de perdida em quadra, a Seleção não se entregou, mas não conseguia reagir efetivamente. O time de dal Zotto viu a França se distanciar e levar o terceiro set.

A quarta parcial começou com a França embalada pela vitória do terceiro set. Confiantes, os franceses foram agressivos e efetivos, abrindo quatro pontos no começo. Mas o Brasil foi caminhando aos pucos e forçando erros da França para, na metade do set, alcançar os adversários e virar o marcador. Com a pressão de precisar vencer o set para levar ao tie-break, os franceses apertaram e deixaram o jogo parelho, conseguindo, mais uma vez, a vantagem, levando o jogo para o tie-break.

Mantendo o alto nível do jogo, o set desempate começou com alternância de pontos e belos ralis, colocando muita emoção na disputa. Mesmo o Brasil conseguindo abrir três pontos rapidamente, a França correu atrás do prejuízo e virou o placar. A Seleção sentiu a desvantagem e cometeu erros que pareciam complicar a sobrevida brasileira. Com 10 a 7 contra, o Brasil então voltou ao jogo, com com quatro pontos seguidos. Lá e cá, o Brasil dependeu de ótimos bloqueios de Lipe para abrir vantagem e vencer a partida.

Comentários