Brasil fica em quinto no 1º torneio do Circuito Mundial de vôlei na neve

Gazeta Esportiva.com

Giba faz parte da equipe brasileira no vôlei na neve (Foto: Divulgação/FIVB)

O inédito torneio e pela primeira etapa do Circuito Mundial de vôlei na neve, como o Página Brazil divulgou que iria acontecer, o Brasil terminou na quinta colocação. Neste sábado, na estação de esqui Wagrain-Kleinarl, na Áustria, o time venceu a Romênia por 2 sets a 0, com parciais de 15/12 e 15/10, em partida válida pela repescagem. Horas mais tarde, já nas quartas de final, os brasileiros acabaram superados pelo time da casa, por 2 sets a 0, parciais de 15/12 e 15/11.

A equipe brasileira é formada pelo campeão olímpico no voleibol de quadra, Giba, o vice-campeão olímpico no vôlei de praia, Márcio Araújo, e dois jovens atletas do vôlei de praia: Pedro Resende e Gabriel Gouveia. São três titulares, e um atleta na reserva.

O próximo desafio do grupo ocorre já no próximo final de semana, de 5 a 7 de abril, na etapa de Plan de Corones, na Itália.

Entenda o vôlei na neve

A dimensão de uma quadra de vôlei de neve é a mesma de uma quadra de vôlei de praia, um retângulo de 16 x 8 m. A altura da rede também é a mesma: 2,43m para os homens e 2,24 para as mulheres.

Cada set é vencido pela equipe que marcar primeiro 15 pontos, com uma vantagem mínima de dois pontos, e cada partida é disputada no formato melhor de três.

São permitidas no máximo duas substituições por equipe em cada set. Um jogador que já tenha sido substituído pode voltar a jogar, não necessariamente substituindo o mesmo companheiro de equipe que assumiu sua posição. Só existe rodízio no saque, as posições são livres e determinadas pelos próprios atletas.

Comentários