Brasil decepciona e cai mais uma vez nos pênaltis contra o Paraguai

Após ótimo primeiro tempo, Seleção apagou na segunda etapa e acabou sofrendo empate. Nos pênaltis, novamente, equipe brasileira caiu por 4 a 3 e está eliminada

Mesmo com mais posse de bola, o Brasil decepcionou neste sábado, no Estádio Ester Roa Rebolledo, na gelada e enfuçamada Concepción, empatou com o Paraguai em 1 a 1 no tempo normal, acabou derrotado nos pênaltis (4×3) e perdeu a oportunidade de realizar a tão sonhada semifinal da Copa América contra a Argentina. Um duelo que prometia esquentar a mesma Concepcón já nesta terça-feira. Mais uma vez a Seleção ficou pelo caminho na fase de quartas de finais, nos pênaltis, e contra os paraguaios: a queda foi a mesma da última edição da competição, em 2011, sob comando de Mano Menezes, na Argentina. Agora quem terá de conviver com a pressão é Dunga, com seu primeiro fracasso logo na primeira competição desde a volta do técnico ao comando da equipe.

O Brasil foi eliminado pelo Paraguai e está fora da Copa América (Cleber Mendes)
O Brasil foi eliminado pelo Paraguai e está fora da Copa América (Cleber Mendes)

Assim como no triunfo nada convincente em cima da Venezuela, por 2 a 1, na semana passada, Robinho foi o melhor (menos pior) da partida diante dos paraguaios. O substituto (ideal) de Neymar buscou jogo no meio de campo, se movimentou e, para fechar, fez o primeiro gol. Porém, sumiu na etapa final.

Willian, Philippe Coutinho e Roberto Firmino deixaram a desejar. Os dois últimos, aliás, mais uma vez. Correram bastante, mas pouco levaram perigo ao povoado setor defensivo do adversário. Elias, por sua vez, voltou a subir bem ao ataque. Mas, assim como Robinho, passou despercebido na volta do intervalo.

O futebol burocrático da Seleção Brasileira contrastou com a fumaça que tomou o estádio durante toda a partida. Culpa do clima frio no centro do Chile, que obriga a população a usar e abusar das lareiras a lenha.

No segundo tempo, a fumaça não baixou. Antes fosse ela. O que baixou mesmo foi o rendimento dos brasileiros. Um verdadeiro prato cheio para os paraguaios se sentirem à vontade e crescerem no jogo. Nem mesmo as entradas de Douglas Costa e Diego Tardelli melhoraram o time.

Apoiados pela calorosa torcida, que estava contra o Brasil, o Paraguai pressionou durante os primeiros 20 minutos do segundo tempo. Foi para cima e, merecidamente, encontrou o gol de empate depois de pênalti cometido por Thiago Silva, que colocou a mão na bola – repetindo o erro cometido no empate em 2 a 2 entre Chelsea e PSG, nas oitavas de final da última Liga dos Campões. Derlis González cobrou e igualou o placar.

Com o empate em 1 a 1, o Brasil se fechou atrás e praticamente se preparou para decidir a vaga nos pênaltis. Dito e feito. Se preparou, mas não levou. Everton Ribeiro e Douglas Costa erraram e carimbaram a eliminação precoce na Copa América de 2015. Os paraguaios só erram uma cobrança e comemoram a classificação heroica.

FICHA TÉCNICA COPA AMÉRICA 2015

BRASIL 1 (3) x 1 (4) PARAGUAI
Local: Ester Roa Rebolledo, em Concepción (CHI)
Data/hora: 27/6/2015 – 18h30
Árbitro: Andrés Cunha (URU)
Auxiliares: Mauricio Espinosa e Carlos Pastorino (ambos da URU)
Público: 29.276 presentes
Cartões amarelos: Daniel Alves, Philippe Coutinho e Thiago Silva (BRA); Aguilar, Martínez e Valdez (PAR)
GOLS: Robinho, 14’/1ºT (1-0); González 26’/2ºT (1-1)

Pênaltis: Brasil: Fernandinho (Gol), Éverton Ribeiro (Errou), Miranda (Gol) e Douglas Costa (Errou) e Philippe Coutinho (Gol); Paraguai: Martínez (Gol), Cáceres (Gol), Bobadilla (Gol), Roque Santa Cruz (Errou) e González (Gol).

BRASIL: Jefferson, Dani Alves, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho, Elias, Philippe Coutinho e Willian (Douglas Costa, 15’/2ºT); Robinho (Éverton Ribeiro, 41’/2ºT) e Firmino (Diego Tardelli, 23’/2ºT). Técnico: Dunga

PARAGUAI: Villar, Valdez, Paulo da Silva, Aguilar e Piris; Cáceres, Aranda (Martínez, 31’/2ºT), Benitez (Romero, 38’/2ºT) e González; Nelson Haedo (Bobadilla, 28’/2ºT) e Roque Santa Cruz. Técnico: Ramón Díaz

LANCEPRESS!

Comentários

comentários