Bombeira pode ser presa por ter feito ensaio sensual

A soldado do Corpo de Bombeiros do Paraná, Lilian Villas Boas, de 32 anos, pode ficar presa por oito dias por conta de um ensaio sensual realizado em fevereiro. As fotos foram exibidas no site do fotógrafo que realizou o trabalho.

Delegada do Rio de Janeiro foi quem denunciou o caso, diz fotógrafo
Delegada do Rio de Janeiro foi quem denunciou o caso, diz fotógrafo

Na ocasião, Lilian respondeu a processo disciplinar e agora pode ser presa por oito dias. Mas a bombeira pode recorrer e por conta disso, a pena ainda não teria sido aplicada.

De acordo com a punição, bombeira infringiu artigos do regulamento de ética da Polícia Militar, o regime disciplinar do Exército e o do Código da PM. Ou seja, as fotos sensuais teriam causado desgaste à imagem da corporação e ferido a honra dos bombeiros.

A soldado teria feito o ensaio para estimular o empoderamento das mulheres. Parte do trabalho era sensual e mostrava os seios de Lilian, o que teria causado polêmica.

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

De acordo com o fotógrafo Arnaldo Belotto, responsável pelo ensaio, as fotos foram feitas no começo deste ano, após uma amiga da bombeira também participar. Ainda segundo Belotto,  Lilian topou participar do ensaio, mas pediu que as imagens não tivessem relação com a corporação. (As informações são do R7).

Comentários

comentários