Bolsonaro recua e indica que Agricultura e Meio Ambiente permanecerão separados

Presidente eleito disse que, ‘pelo que tudo indica, serão dois ministérios distintos’

Em coletiva a emissoras católicas, o presidente eleito Jair Bolsonaro, do PSL, disse que a fusão dos ministérios do Meio Ambiente e da Agricultura, “pelo que parece, será modificada”.

Jair Bolsonaro recuou nesta quinta-feira, 1.º, sobre a fusão dos ministérios do Meio Ambiente e da Agricultura. Foto: Marcelo Sayão/EFE

“Pelo que tudo indica, serão dois ministérios distintos”, declarou. “Pretendemos proteger o meio ambiente sim, mas não criar dificuldades para o nosso progresso”, afirmou, dizendo que a concessão de licenças ambientais pode levar “dez anos ou mais”.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui