Boletim SES: Estado contabiliza 235 mil óbitos por coronavírus

Mato Grosso do Sul já soma 235.010 casos confirmados de Covid-19, com 1.062 novos registros nesta sexta-feira (16). Foram registradas mais 44 mortes, conforme boletim epidemiológico do novo coronavírus, apresentado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Foto: Saul Schramm

Com os novos óbitos, o total de vítimas fatais em MS chega a 5.099 mortes desde o início da pandemia. As mortes foram registradas Campo Grande (21), Dourados (4), Três Lagoas (4), Aquidauana (2), Corumbá (2), Naviraí (2), Sidrolândia (2), Água Clara (1), Aparecida do Taboado (1), Caarapó (1), Chapadão do Sul (1), Laguna Carapã (1), Ponta Porã (1) e Rio Verde de Mato Grosso (1).

O Estado tem uma média móvel de 1.112 casos novos por dia e 47,1 óbitos diários pelo coronavírus. Houve uma leve queda na média móvel de mortes, mas dado ainda não pode ser comemorado. A secretária adjunta Crhistinne Maymone ressaltou que, com a campanha de vacinação, caiu o número de óbitos entre idosos em Mato Grosso do Sul. Porém, as mortes têm aumentado entre pessoas mais jovens.

O secretário Geraldo Resende comentou que Mato Grosso do Sul passa por uma ‘estabilização’ de casos e mortes. Porém, a estabilidade veio em números altos, dado que preocupa. A SES também destacou que MS já contabiliza um total de 719.266 casos notificados, dos quais 475.656 foram descartados. Há 1.296 testes em análise no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) e 7.304 casos sem encerramento pelos municípios.

Os novos casos trazem Campo Grande à frente, com 158 novos casos, seguida por Três Lagoas (130), Dourados (87), Naviraí (52), Corumbá (49), Paranaíba (35), Ponta Porã (35), Aparecida do Taboado (30), Maracaju (27), Brasilândia (24), Água Clara (23), entre outros. Confira o boletim aqui.

Sobre o número de internações em MS – De 235.010 casos confirmados em MS, 216.864 pacientes se recuperaram. Em relação às internações, MS tem 1.169 pacientes internados. Destes, 636 estão em leitos clínicos (406 públicos e 230 privados) e 533 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), dos quais 386 estão em leitos públicos e 147 em privados.

A taxa de ocupação de leitos de UTI públicos global nas 4 macrorregiões de MS é de: 104% em Campo Grande, 92% em Dourados, 98% em Três Lagoas e 87% em Corumbá. O excedente da capacidade, no caso de lotação acima de 100%, representa pacientes em leitos COVID-19 ainda não habilitados pelo SUS, mantidos pelas secretarias municipais e estadual de saúde.

O Estado ainda tem 107 pacientes na fila, à espera por leitos clínicos e de UTI. Conforme dados da SES, a Central de Regulação de Campo Grande tem 65 pacientes na fila. Já Dourados tem 11 pacientes na fila e a Central de Regulação do Estado tem 31 pacientes esperando leitos.