Bloqueio de grevistas da Federal congestiona a Avenida Guaicurus

Técnicos administrativos, professores e alunos da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) fazem bloqueio da Avenida Guaicurus, na rotatória do Aeroporto/Cidade Universitária, desde as 6 horas de hoje.

foto : Cido Costa/Douradosagora
Foto : Cido Costa/Douradosagora

Os motoristas são parados para que os manifestantes distribuam panfletos com a pauta da greve, sobre melhorias na carreira dos servidores, reajuste da inflação sobre a remuneração e também em defesa da universidade pública, gratuita e de qualidade.

Em seguida, os carros são liberados. O objetivo não é causar uma interrupção total do fluxo, mas diminuir consideravelmente a velocidade, possivelmente gerando congestionamento.

A iniciativa faz parte das ações nacionais de intensificação da programação de greve, iniciada em 28 de maio, com objetivo de chamar a atenção da sociedade sobre a importância das reivindicações dos grevistas e para somar esforços às ações nacionais que ocorrerão na terça-feira com forma de pressionar o Governo Federal para avançar na negociação e contra os cortes no orçamento da Educação.

Foto : Cido Costa/Douradosagora
Foto : Cido Costa/Douradosagora

Os cortes trarão consequências negativas na qualidade dos cursos de graduação e pós-graduação e nos atendimentos no HU. Um retrocesso que traz à tona o fantasma da privatização, já que os primeiros movimentos são no sentido de tornar o serviço público precário e com isso montar um cenário que favoreça a terceirização e a destinação dos recursos públicos para empresas privadas.

Só na UFGD, segundo informações da reitoria, não foram liberados ainda 28% do custeio (despesas de funcionamento, administrativas, bolsas, etc.) e 75% dos recursos de investimentos (construções, aquisição de equipamentos, livros, etc.) do orçamento de 2015.

Com Informações Dourados Agora

Comentários

comentários