Biomédico internado com desidratação após competição de ciclismo morre na Santa Casa

O biomédico Marlus de Souza Freitas, 30, morreu por volta das 5h desta terça-feira (20), na Santa Casa de Campo Grande após quadro de desidratação severa. Ele participava de uma prova de ciclismo realizada no domingo (18) em Rochedinho, distrito da Capital, quando passou mal e acabou levado para a unidade hospitalar.

Desafios ocorrem em áreas verdes do Estado. (Foto: Desafio Piraputanga de Mountain Bike)
Desafios ocorrem em áreas verdes do Estado. (Foto: Desafio Piraputanga de Mountain Bike)

De acordo com a organização, o rapaz largou às 7h para um percurso de 102 quilômetros e teria apresentado o problema faltando um quilômetro para o término da prova.

Marlus deu entrada na Santa Casa por volta das 15h, passou por atendimento no pronto socorro e foi para o CTI (Centro de Terapia Intensiva), onde morreu.

Esse não é o primeiro caso envolvendo atletas que passam mal e morrem no Estado durante as provas. Em outubro de 2014, o corredor mato-grossense Juliano Batista, 30 anos, acabou morto após sofrer parada cardíaca durante a prova de 21 quilômetros da 6ª Meia-Maratona Volta das Nações, em Campo Grande.

Comentários

comentários