Bernardinho se desculpa por chamar Tifanny de homem durante jogo

Gazeta Esportiva.com

Bernardinho se excedeu e chamou jogadora de homem (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

A noite desta terça-feira na Superliga feminina contou com a classificação do Sesi Bauru e do Osasco para as semifinais, mas também teve espaço para uma polêmica reação de Bernardinho, técnico do Rio de Janeiro, durante o jogo contra o Bauru. Em um ponto anotado por Tifanny, do time adversário, o treinador esbravejou irritado “Um homem é f…”.

Capturada pelas imagens da TV que transmitia o jogo, a atitude do treinador foi logo reprovada nas redes sociais. A atleta do bauru é uma mulher trans e sua participação na liga feminina já gerou muita polêmica e crítica, mas por outro lado, recebeu também muito apoio.

Bernardinho usou as redes sociais para pedir desculpas pelo que falou e ainda parabenizou a atleta pelo desempenho na partida. “Peço desculpas a todos. Não foi minha intenção de forma alguma ofendê-la, me referia ao gesto técnico e ao controle físico que ela tem, comum aos jogadores do masculino e que a maior parte das jogadoras não tem. Sempre trabalhei e tentei ajudar com meu trabalho diversos jogadores e jogadoras sem qualquer tipo de preconceito. À Tifanny dou meus parabéns pela grande atuação e conquista e a todos que se sentiram ofendidos reitero minhas desculpas, pois jamais foi a minha intenção”, escreveu o treinador.

O Rio de Janeiro perdeu de virada para o Bauru, que agora enfrenta o Praia Clube por uma vaga na final, que vai ser contra Minas ou Osasco.

Comentários

1 Comentário

Comments are closed.