Bernal vetará lei que permite ‘furar sinal’ sem receber multa na madrugada

Prefeitura sugere uma alternativa com semáforos em alerta em alguns pontos da cidade

Após consultar o corpo jurídico da prefeitura e a agência municipal de trânsito – Agetran, administração municipal decidiu pelo veto ao projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal, que dá a autorização para que motoristas ultrapassem o sinal vermelho na madrugada, sem receber multa.

Foto :Eder Andrade
Foto :Eder Andrade

O argumento para o veto é a inconstitucionalidade do projeto, pois as regras de trânsito no Brasil só podem ser criadas ou alteradas pelo Denatran, que é um órgão federal.

Para discutir os argumentos do veto e buscar alternativas, pois o projeto foi criado a partir de uma necessidade real de segurança, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, se reuniu com o vereador Cazuza, autor do projeto, o diretor presidente da Agetran, Elidio Pinheiro e com o secretário de obras, Amilton Candido.

Na reunião ficou decidido que a Agetran coloque em prática um projeto para que os semáforos de cruzamentos em locais considerados perigosos fiquem em alerta (piscando no amarelo), durante a madrugada. Desta forma, motoristas e motociclistas poderão atravessar os cruzamentos sem receber multas e sem correr o risco de sofrer acidentes de trânsito, já que com o alerta terão que ter mais atenção.

Comentários

comentários