Bebê de três semanas morre após ataque de cachorro terrier

A família de um bebê de três semanas de idade, que morreu depois de ter sido atacado pelo cão da família, em Sunderland, no norte da Inglaterra, afirmou estar devastada com a tragédia. Os pais do récem-nascido, Maria Blacklin e Ryan Young, são os mais abalados, segundo informações do portal “The Mirror”. Os dois estariam tentando lidar com o ocorrido. O filho mais novo do casal, Redgie Blacklin, foi morto neste sábado após levar várias mordidas de um cachorro da raça terrier.

Bebê foi morto após ataque de cão Foto: Reprodução Facebook
Bebê foi morto após ataque de cão Foto: Reprodução Facebook

A foto do menino foi divulgada pela família através do perfil pessoal da mãe de Redgie no Facebook.

Segundo um parente, que não se identificou para o site de notícias, os pais de Redgie estavam em um evento familiar em virtude de um falecimento, quando ocorreu o incidente e que, quando chegaram em casa, viram a cena trágica. Ainda de acordo com ele, Maria e Ryan nunca deixaram o menino sozinho com o cão. O animal, chamado de Tricky, foi levado para um canil e deve ser sacrificado nas próximas horas.

Imagem ilustrativa de um cachorro da raça terrier Patterdale, responsável pelo ataque
Imagem ilustrativa de um cachorro da raça terrier Patterdale, responsável pelo ataque Foto: Reprodução internet

A polícia local afirma que o bebê foi atacado no fim da madrugada de sábado, por volta das 4h15m. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Um vizinho da família disse estar chocado com o episódio. O psicólogo Paul Tweddle afirmou que os pais de Redgie eram muito carinhosos com o bebê e o que o cachorro parecia ser inofensivo.

“Eles são um casal carinhoso. Uma família adorável. Isso que aconteceu é uma tragédia completa. Eu via o terrier (cachorro) de vez em quando. É um cão minúsculo e eu não posso dizer se era ou não perigoso. Às vezes, as aparências enganam. Estou tão chocado. Devia ser um momento tão feliz com um bebê novo”, disse Paul.

EXTRA

Comentários

comentários