‘Barão da Droga’ e PCC comandaram execução de Raffat

Condenado em 1ª instância pelo juiz federal Odilon de Oliveira, em 2014, por tráfico internacional de drogas, Jorge Rafaat Toumani. foi morto na noite de ontem (15) durante tiroteio em Pedro Juan Caballero (PY), cidade na fronteira com Ponta Porã (BR), a 320 km de Campo Grande.

guerra5

O veículo blindado Hummer que Rafaat conduzia foi cercado por pistoleiros e mesmo fortemente armado e cercado por cerca de 30 seguranças, não resistiu aos tiros disparados de armamento antiaéreo.

Dos cerca de 70 pistoleiros que participaram do tiroteio, oito já foram presos. Um deles, o carioca Sérgio Lima dos Santos, seria o responsável por operar a arma antiaérea de onde saíram os tiros que mataram Rafaat, está internado em hospital de Pedro Juan, com lesões graves nas mãos.

ra5

A Polícia Nacional do Paraguai informou também que a caminhonete em que estava Sérgio dos Santos está sendo periciado, mas já se sabe que ela foi roubada na Argentina. A Toyota Fortuner SUV, de fabricação argentina, foi preparada para o ataque.

O banco traseiro foi arrancado, para que fosse instalado o fuzil .50 com suporte. As fotos mostram muito sangue, o que demonstra que o atirador foi ferido pelos seguranças de Rafaat.

De acordo com informações do site paraguaio ABC Color, o ataque é atribuído ao ”barão da droga” Chimenes Jarvis Pavão, em parceria com a organização criminosa do Brasil Primeiro Comando da Capital (PCC). A facção brasileira, que age principalmente dentro de presídios, estaria expandindo negócios na área fronteiriça, sofrendo resistência por parte do concorrente.

O brasileiro Sérgio Lima dos Santos seria o atirador que usou esse fuzil, instalado em uma caminhonete roubada na Argentina. Ele foi baleado e está internado sob escolta em hospital no Paraguai (Foto: Site Capitanbado.com)
O brasileiro Sérgio Lima dos Santos seria o atirador que usou esse fuzil, instalado em uma caminhonete roubada na Argentina. Ele foi baleado e está internado sob escolta em hospital no Paraguai (Foto: Site Capitanbado.com)

Tiroteio começou durante a noite de ontem e se estendeu até a madrugada desta quinta-feira. Segundo o noticiário, foram cerca de quatro horas de enfrentamentos entre duas facções na disputa pelo território do tráfico de drogas.

Ainda segundo o ABC Color, depois de cessado os tiros, dois estabelecimentos comerciais foram incendiados. Por volta das 4h30 de hoje, loja de nome “Pneus Porã” e outro comércio foram, simultaneamente, tomados por fogo. Um dos pontos seria de propriedade do traficante morto Jorge Rafaat. Bombeiros combateram as chamas.

Comentários

comentários