Bandidos fugiram sem levar dinheiro de carro-forte

Bandidos não conseguiram levar dinheiro do carro-forte alvo de assalto na MS-156, entre Amambai e Caarapó, na manhã desta segunda-feira (2/12).

Veículo usado na ação foi queimado após assalto

Os homens armados estariam num Jeep Renegade branco, incendiado após o crime, e em uma Mitsubishi L200.

Um bloqueio foi realizado na tentativa de abordar os veículos, porém, o utilitário conseguiu ultrapassar a barreira em fuga.

Agentes de segurança que estavam abordo do carro-forte, disseram que se deslocavam pela rodovia estadual no sentido Caarapó a Amambai quando foram ultrapassados por um Jeep Renegade, cor branca, placas de Florianópolis, estado de Santa Catarina.

Segundo os seguranças, repentinamente o Jeep começou a frear, fator que deixou os ocupantes do blindado em alerta. Nesse instante os marginais começaram a abrir fogo, segundo os seguranças, com disparos de fuzil e possivelmente de metralhadora calibre Ponto 50 contra a frente do carro-forte, vindo a atingir a região do motor e dos pneus.

Um dos disparos atingiu o para-brisa dianteiro, lado do carona do carro-forte, mas o projétil não atravessou o vidro à prova de balas.

O Jeep Renegade usado pela quadrinha foi incendiado pelos marginais após o assalto frustrado. O carro tinha uma chapa de aço na parte traseira, onde teriam sido afixados os canos das metralhadoras para alvejar o carro-forte.

Sob fogo cerrado, o motorista do carro-forte conseguiu efetuar uma manobra e mesmo com os pneus estourados, conseguiu tirar o blindado da pista, após descerem um barranco às margens da rodovia. Segundo os agentes de segurança, quando o blindado parou eles conseguiram sair e fugiram correndo a pé em meio a uma pastagem, mas antes o motorista conseguiu bater a porta do veículo, que exceto com o emprego da chave, só pode ser aberta por dentro.

Segundo os agentes de segurança, enquanto eles fugiam, os marginais gritavam para que retornassem e quando viram que não seriam obedecidos, chegaram a atirar contra os seguranças, porém não acertaram.

Nenhum os seguranças do carro-forte sofreu ferimentos de maior gravidade. Apenas um apresentava um pequeno ferimento no rosto, possivelmente decorrente de alguma pancada devido as manobras do veículo.

Os criminosos instalaram explosivos e tentaram, sem sucesso, explodir a porta lateral do carro-forte. Como não conseguiram romper a blindagem, segundo a polícia, preocupados em relação ao grande fluxo de veículos trafegando pelo local, os assaltantes desistiram do assalto.

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui