Avião que saiu da Bolívia com 300 kg de cocaína é apreendida

G1/JN

Uma aeronave com 300 quilos de cocaína foi apreendida na tarde desta quinta-feira (12) na zona rural de Formoso do Araguaia, na região sul do Tocantins. No avião estavam Murillo Ribeiro de Souza Costa, 32 anos, e Lucas de Oliveira Penha, 32 anos. Eles foram presos em flagrante. Segundo a Polícia Federal, a suspeita é que a droga veio da fronteira da Bolívia com o Mato Grosso.

Matrícula do avião apreendido não consta na base de dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) – Foto: DIVULGAÇÃO

A apreensão foi feita pela Polícia Federal, com apoio da Polícia Militar do Tocantins e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer-TO). Além disso, as aeronaves da polícia de Mato Grosso (Ciopaer-MT) e de Goiás (GRAER) também ficaram de prontidão para agir caso o avião deslocasse para os estados vizinhos.

Segundo a Polícia Federal, a investigação começou após uma denúncia anônima. Depois disso, os policiais de Tocantins, Goiás e Mato Grosso começaram a trocar informações e a aeronave foi interceptada em um campo de pouso na zona rural de Formoso do Araguaia.

Os dois presos e a droga apreendida serão levados para sede da Polícia Federal, em Palmas, e devem responder por tráfico internacional de drogas.

Esta é a segunda grande apreensão de cocaína feita em Formoso do Araguaia. Em 2017, foram encontrados 318 quilos da droga escondidos perto de uma pista de avião, onde havia uma aeronave. Na época, um homem foi preso por tráfico de drogas suspeito de ter alugado a fazenda para o embarque da droga.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que a matrícula do avião apreendido não consta na base de dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) e que isso significa que ela não está regular. O setor da agência que fiscaliza as aeronaves foi informado para que tome as providências necessárias.

Comentários