Autor de mais um feminicídio em MS é ‘preso-solto-preso’ em Maracajú

Lúcio Borges

A PC-MS (Polícia Civil de MS) no município de Maracajú, conseguiu chegar até Valdemir Valensuela, 47 anos, que acabou preso pelo crime de feminicídio contra sua então esposa Marta de Jesus Cavalheiro. O homem é acusado pelo homicídio, agravado pela questão de gênero pela violência doméstica, que ocorreu no bairro Vila Adrien da cidade a 125 quilômetros de Campo Grande.

A polícia ‘chegou’ em Valensuela, pois ele já era considerado e estava foragido, mas ele se apresentou na Delegacia de Polícia e foi indiciado por homicídio triplamente qualificado. O trio de crime compõe motivo fútil, recurso que dificultou a defesa da vítima e violência doméstica.

Conforme a PC, Valensuela ao se apresentar confessou as agressões, mas alegou que a vítima teria lhe xingado e tentado lhe agredir, por isso teria se defendido golpeando a mesma. Contudo, o que ele depôs em inquérito policial, destoa da versão das testemunhas ouvidas durante as investigações.

Apesar de Valensuela, se apresentar e confessar parte do crime,  e a PC-MS ter representado pela prisão preventiva, a decisão judicial ainda não havia sido determinada pela Justiça e ele foi liberado.

Delegacia – rua e rua delegacia

Contudo, a PC-MS teve que fazer o vai e volta, tendo que ir prender oficialmente o homem algumas horas depois. O mandado de prisão foi expedido e a equipe de policiais civis realizaram as diligências cabíveis, e pro sorte, localizando e prendendo Valdemir.

O homem foi conduzido para Unidade Policial e encontra-se à disposição da Justiça.

Comentários

comentários