Atualização sobre o tratamento da Covid-19 será tema de live da Câmara na quarta-feira

As atualizações sobre o tratamento da Covid-19 serão debatidas em live promovida pela Câmara Municipal de Campo Grande na quarta-feira (28), às 10h30. A discussão, promovida pela Comissão de Saúde da Casa de Leis, contará com a presença do deputado federal e médico Luiz Ovando e da médica cardiologista Emmanuella Nunes da Costa.

A live será transmitida pelo Facebook (https://www.facebook.com/camaracgms) e pelo Youtube (https://www.youtube.com/camaramunicipalcg) da Casa de Leis, por onde o público poderá encaminhar perguntas e sugestões que serão respondidas pelos participantes. Ainda, são repassadas informações com atualização dos dados de casos confirmados, internações e mortes pela doença, além dos decretos atualizando as medidas adotadas para tentar garantir distanciamento social.

O deputado federal Luiz Ovando, que participa da live, graduou-se em Medicina em 1975, mestre em Cardiologia pela Universidade Federal do Paraná, pós-graduado em Cardiologia, além de ter especializações em Clínica Médica, Terapia Intensiva, Ecocardiografia e em Medicina Esportiva. Foi fundador da Sociedade Brasileira de Clínica Médica-Regional MS, coordenador e fundador da Residência de Clínica Médica da Santa Casa. Chefe do Serviço de Clínica Médica da Santa Casa de Campo Grande. Conselheiro do CRM-MS, além de ter presidido a Sociedade Brasileira de Cardiologia Regional MS.

Já a médica Emmanuella Nunes da Costa, também convidada para o debate, formou-se em 1999 em Medicina. Tem residência em Clínica Médica pela Santa Casa e Cardiologia pelo Hospital Universitário da UFMS. É especialista em medicina do exercício e do esporte; Médica Clínica e Cardiologista no Hospital Regional há 20 anos. Atende por telemedicina casos de COVID, desde julho 2020, e atende desde setembro 2020 ambulatório pós-COVID do Hospital Regional.

Coronavírus – Os debates são realizados todas as quartas-feiras pela Comissão de Saúde, composta pelo vereador Dr. Sandro Benites (presidente), Dr. Victor Rocha (vice-presidente), vereadores Dr. Jamal, Tabosa e Dr. Loester como membros. Neste ano, os vereadores já debateram, com a presença de convidados, a adoção de medidas restritivas como forma de conter a transmissão do Covid-19, os impactos da pandemia na saúde mental, além da importância da atividade física para prevenção e recuperação do coronavírus. Essas discussões iniciaram ainda no ano passado para avaliar as medidas de enfrentamento à Covid-19.

Dados – Conforme divulgado pela Prefeitura de Campo Grande na segunda-feira, 175.463 pessoas tinham sido vacinadas com a primeira dose, o que representa 19.36% da população campo-grandense. Destas, 66.837 já receberam a segunda dose. Nesta terça-feira (27), pessoas com 59 anos ou mais e trabalhadores da saúde de 35 anos ou mais terão uma nova chance de se vacinar. A repescagem ocorre em mais de 20 pontos de imunização. A lista dos locais pode ser acessada aqui.

Campo Grande contabiliza 93.654 casos de coronavírus confirmados desde o começo da pandemia, segundo dados atualizados pela Secretaria Municipal de Saúde no boletim de segunda-feira (26). Seguem internadas 500 pessoas, sendo 237 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Ainda, 2.386 pessoas perderam a vida em decorrência da doença.