Atletas de MS embarcam para os Jogos Escolares em Blumenau

O primeiro grupo de alunos-atletas de Mato Grosso do Sul embarca nesta quinta-feira, dia 14 de novembro, rumo a Blumenau, em Santa Catarina, para a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) 2019. O maior evento escolar estudantil do Brasil será realizado de 16 a 30 de novembro. A Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) organizou o deslocamento dos atletas sul-mato-grossenses à cidade catarinense em três etapas.

A primeira turma é composta por membros do judô, handebol e basquetebol. Ao todo, embarcam 71 pessoas, sendo 61 atletas, seis técnicos, dois fisioterapeutas e dois dirigentes da Fundesporte, alocados em três ônibus. A maior parte dos atletas e técnicos sairá amanhã da sede da Fundação, em Campo Grande. Outros membros partirão de suas respectivas cidades, como Ponta Porã e Dourados. Todos os componentes da delegação vão se reunir em Nova Alvorada do Sul e seguirão viagem até Blumenau. A previsão é de chegada às 9h30 (horário de MS), da sexta-feira (15).

O objetivo sul-mato-grossense é superar as 24 medalhas faturadas e o 12º lugar na classificação geral por unidades federativas na edição 2018, realizada em Natal, no Rio Grande do Norte. A delegação do Estado foi ao Nordeste com 173 atletas. Neste ano, no Sul do país, o Time MS conta com 195, que disputam 13 das 14 modalidades da competição.

O diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda, ressalta que o aumento na participação na fase final dos JEJ coroa o trabalho realizado no desporto escolar de Mato Grosso do Sul. “Implantamos o programa de iniciação esportiva nas escolas estaduais, reformulamos os Jogos Escolares da Juventude, o que gerou um aumento significativo na participação dos municípios. Agora, começamos a perceber uma melhora no nível técnico, tanto que fomos campeões de medalhas na etapa regional, classificando um número recorde de atletas à final. Isso mostra que o planejamento traçado para o desporto escolar em 2015 tem dado resultado”.

Miranda avalia que, mais do que a busca pelo resultado, o importante é que os atletas representem o Estado com determinação. “O resultado é uma consequência de vários fatores, mas o essencial é que eles se superem e carreguem a imagem do nosso Estado de uma forma íntegra, disputando os Jogos com lealdade e dignidade. Mais importante que a medalha, é a autossuperação, a disciplina e o respeito às regras”.

Comentários