Atleta do Flamengo que teve quase 40% do corpo queimado em incêndio é transferido para hospital particular

G1/JP

Jhonata Ventura teve quase 40% do corpo queimado (Foto: Reprodução/Facebook)

Após quase um mês internado no Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Municipal Pedro II, o atleta Jhonata Ventura, de 15 anos, foi transferido para um hospital particular do Rio. O adolescente é um dos sobreviventes do incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo que deixou dez mortos. Ele é o único que ainda segue internado.

De acordo com a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde, Jhonata foi transferido na manhã deste domingo (3) a pedido do Flamengo. Seu estado de saúde no momento da transferência ainda não foi informado.

O incêndio aconteceu na madrugada de 8 de fevereiro, uma sexta-feira, no alojamento destinado a abrigar os atletas do time de base. O fogo teria começado em um aparelho de ar-condicionado enquanto os garotos dormiam. As chamas se alastraram rapidamente, deixando dez mortos e três feridos. O local era alvo de várias multas e pedidos de interdição, o que só foi cumprido 20 dias depois da tragédia.

Jhonata foi socorrido em estado gravíssimo logo após o incêndio e levado para o Hospital Lourenço Jorge. Ele sofreu queimaduras de 1º, 2º e 3º graus em um terço do corpo, além de lesões nos pulmões.

Devido à gravidade do seu quadro clínico, ele foi transferido para o PedRo II, que é referência no tratamento de queimados. Ele passou por pelo menos dois procedimentos cirúrgicos enquanto esteve internado no hospital Pedro II.

Natural de Vila Velha (ES), Jhonata atua como zagueiro no time de base do Flamengo. Antes de ir para a base do Flamengo, ele passou pelo Palmeiras. De acordo com o coordenador de uma escolinha de futebol onde ele treinou no Espírito Santo, ele sempre foi dedicado e sonhava em fazer parte de grandes clubes.

Comentários