Ataque desencanta no 2º tempo, Santos bate Inter e sai na frente na briga pela semifinal

Autor do Gol Santista comemora a vitória (Foto: Reprodução - GE)
Autor do Gol Santista comemora a vitória (Foto: Reprodução – GE)

No terceiro duelo entre os dois times em 2016, o Santos finalmente conseguiu superar o Internacional. Em partida realizada na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, o alvinegro venceu por 2 a 1, dando um passo importante na busca por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil.

Após um primeiro tempo truncado, o time da Baixada Santista desencantou na segunda etapa e marcou seus gols com Copete e Rodrigão, em duas jogadas de linha de fundo. Seijas, contudo, descontou para os gaúchos e deu esperança ao time para seguir na competição.

Com o resultado, o time paulista pode até empatar no jogo de volta, que ocorre no dia 19 de outubro, no Beira Rio. O Inter, por sua vez, precisa fazer dois gols de diferença ou vencer por 1 a 0 para avançar. Novo 2 a 1, para a equipe colorada, leva a disputa para os pênaltis.

POUCA INSPIRAÇÃO

Logo com dois minutos, susto para os donos da casa, Nico López ganhou de Thiago Maia, avançou e bateu colocado para fora. O Santos respondeu em seguida com chute de fora da área de Lucas Lima, que Danilo Fernandes espalmou.

A posse de bola passou a ser do time mandante em boa parte do tempo. Faltava, contudo, inspiração para a criação de muitas jogadas de gol. Os gaúchos se fechavam na defesa e tentavam alguma escapada, como no chute perigoso de Valdivia aos 18 minutos.

TRIÂNGULAÇÃO ALVINEGRA

Se faltou inspiração para o time santista na primeira parte, sobrou na segunda. Em 10 minutos, a equipe marcou dois gols, em jogadas semelhantes: Lucas Lima para o lateral, lateral cruzando e atacante concluindo para a rede. No primeiro, Zeca passou e Copete marcou. No segundo, a parceira foi entre Victor Ferraz e Rodrigão (centroavante que substituiu o machucado Ricardo Oliveira e voltou a marcar depois de quase três meses de seca).

A situação parecia dramática para o Internacional, que não conseguia sequer passar do meio campo. Aos 27 minutos, contudo, Ernando cavou uma falta pelo lado esquerdo, perto da área adversária. Vitinho surpreendeu na cobrança, bateu rasteiro e Seijas desviou para a rede, mudando a situação do confronto.

FOCO NO BRASILEIRO

Os dois times agora voltam suas atenções para o Campeonato Brasileiro, onde têm diferentes aspirações. Quarto colocado, o Santos recebe o Atlético-PR, no sábado, às 16h. No mesmo dia, às 21h, o Internacional enfrenta o Figueirense no Beira Rio em duelo direto contra o rebaixamento.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 2 X 1 INTERNACIONAL

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 28 de setembro de 2016, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Alessandro A. Rocha de Matos (BA) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Público: 6.592
Renda: R$ 239.880,00
Cartões amarelos: Paulinho (Santos); Artur e Fernando Bob (Internacional).
GOLS:
SANTOS: Copete, aos 3, e Rodrigão, aos 10 minutos do segundo tempo.
INTERNACIONAL: Seijas, aos 29 minutos do segundo tempo.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Luiz Felipe e Zeca; Renato, Thiago Maia (Rafael Longuine), Lucas Lima e Vecchio (Paulinho); Copete e Rodrigão (Joel). Técnico:Dorival Júnior

INTERNACIONAL: Danilo; Fabinho, Eduardo, Ernando e Artur; Fernando Bob, Eduardo Henrique, Seijas (Ceará), Marquinhos (Vitinho) e Valdívia; Nico López (Rodrigo Dourado). Técnico: Celso Roth

Comentários

comentários