Assembleia Legislativa terá semana com audiências pública e CPIs

Assembleia LegislativaOs deputados estaduais de Mato Grosso do Sul terão uma agenda cheia que está programada para a próxima semana. A AL-MS (Assembleia Legislativa de MS) terá uma semana com audiência pública e CPIs em funcionamento, além das três sessões ordinárias, que voltam após o feriado prolongado de quatro dias do Poder Legislativo. Um dos destaques para a semana que vem, é o encontro para discutir as condições de trabalho dos policiais civis no Estado.

De acordo com cronograma da Casa de Lei, os integrantes da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Combustíveis estarão reunidos na terça-feira (29), a partir das 14h, no Plenarinho Deputado Nelito Câmara para discutir o tema.

Na quarta-feira (30), às 8h, haverá a reunião pública da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, também no Plenarinho. Ainda no Plenarinho, a partir das 14h, está agendada reunião da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, onde será apresentado o Calendário de Audiências Públicas no interior do Estado e discutido o Anteprojeto de Lei que institui o Núcleo de Curadoria e Tutoria Judiciais, entre outros assuntos.

Ainda quarta-feira, no Plenário Júlio Maia, acontece a Audiência Pública “Valorização do Policial Civil, Custódia de Presos, Desvio de Função e Condições de Trabalho”, a partir das 13h30min com a participação de representantes do Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul (Sinpol-MS), da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) e da Federação Interestadual dos Policiais Civis – Região Norte e Centro-Oeste (Feipol/CON).

Investigação e homenagem

Na quinta-feira (31), a CPI do Genocidio, que investiga a ação/omissão do Estado nos casos de violência praticados contra os povos indígenas entre 2000 e 2015 se reunirá, a partir das 14h, no Plenário Júlio Maia.

A semana termina com a Sessão Solene em Comemoração ao Dia Estadual da Educação Especial, na sexta-feira (01), às 8h30min, no Plenário Júlio Maia. Na ocasião serão homenageadas 15 personalidades que trabalham em defesa da Educação Especial pelo Estado.

Matéria: Lúcio Borges

Comentários

comentários